Vida | Saúde

Altas temperaturas acendem sinal de alerta para saúde dos idosos

Fragilidade física contribui para quadros como desidratação e hipertermia
10/12/2020

SÃO PAULO- Como habitantes de um país tropical, os brasileiros estão acostumados a encarar as altas temperaturas do verão com naturalidade, mas isso não significa que a população cuide do corpo como deveria. Entre os grupos que precisam ter atenção redobrada neste período estão os idosos, que, em função da fragilidade física, tendem a sofrer mais com desidratação e hipertermia, como é chamado o aumento da temperatura corporal devido ao calor, condições que podem gerar uma rápida desestabilização do quadro geral de saúde, com risco de morte.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte