Saúde

Cuidado com os chás

Uso indiscriminado de ervas pode trazer problemas para a saúde, segundo especialistas

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h18
(chás)

SÃO LUÍS- Tem gente quem não dispensa um chazinho para relaxar, diante da correria do dia a dia, do cansaço e do estresse. Outras pessoas utilizam a bebida para ajudar a perder aqueles quilinhos indesejáveis. Nos últimos anos, os chás e infusões têm atraído um número crescente de pessoas pelo seu potencial emagrecedor. Vira e mexe uma erva rouba a cena. Já foi o chá-verde, depois o hibisco e outros virão por aí.

No entanto, é necessária uma orientação no uso dos chás e lembrando que eles não fazem ‘milagre’. “Em geral, o efeito dos chás no emagrecimento é discreto, porém potencializador. Quem busca esse objetivo precisa adotar uma alimentação adequada e balanceada, praticar exercícios físicos regularmente e ter um sono de boa qualidade”, defende a nutricionista e professora do Centro Universitário Estácio São Luís, Monique Carvalho.

Uma pesquisa publicada no British Journal of Clinical Pharmacology descobriu que chá verde, chá de camomila e outras plantas com efeitos fitoterápicos - aparentemente inofensivos - podem interagir com medicamentos e causar uma série de prejuízos para a saúde. “A interação entre essas ervas e alguns medicamentos podem causar impactos colaterais, tais como: danos nos rins e no fígado, hemorragia, náusea, vômito, diarreia, problemas de saúde mental, convulsão e dor muscular”, alerta a médica nutróloga do Hapvida Saúde, Sílvia Gomes.

A médica explica ainda que muitos não acreditam nos riscos por acharem que produtos naturais - ervas e plantas - são inofensivos. “Sentem-se encorajadas por acreditarem que esses compostos, por serem naturais, são seguros. A maioria não avisa seu médico ou nutricionista sobre o uso concomitante com medicações alopáticas, o que pode gerar interações perigosas. Os chás têm seu valor reconhecido, mas em alguns casos, podem causar problemas graves”, adverte Silvia Gomes.

Ela acrescenta que a dose da bebida pode variar de acordo com a condição de saúde da pessoa e o tipo de chá. Geralmente, é orientado para uma pessoa sem problemas de saúde, sem comorbidades cardíacas como hipertensão, infarto ou doenças em estágio avançado. “Neste caso, a recomendação é de uma a duas xícaras de chá por dia. Evitar beber mais do que 3 xícaras por dia”, pontua Silvia.

Confira 5 tipos de chás, que quando consumidos em excesso, oferecem os seguintes riscos para a saúde:

1- Chá com cafeína: o chá mate, se consumido em excesso, podem causar insônia, excitação nervosa e náuseas;

2. Erva-cidreira: indicada como calmante suave para quadros leves de ansiedade. insônia e cólicas abdominais. Seu uso em excesso ocasiona pressão baixa e diarreia;

3.Chás diuréticos: cavalinha, pode provocar dor de cabeça, anorexia, sintomas de desidratação e irritação gástrica;

4. Chá verde e chá branco: são originados pela planta Camellia sinensis, auxiliam no emagrecimento e são antioxidantes. Se consumidos em excesso, podem causar problemas no fígado;

5- Hortelã: indicado para situações de cólicas abdominais e flatulência (gases). Se consumidos em excesso em pacientes com alguma comorbidade prévia de obstrução biliar, pode precipitar uma crise de cólica biliar (a “pedra na vesícula”) e danos hepáticos severos.

Cuidado com mães que estão amamentando e gestantes, é contraindicado. Não há estudos que comprovem sua segurança e vários deles podem provocar sangramento, no período gestacional.

Para quem tem dúvida se pode consumir dois tipos de chás diferentes, a nutróloga, Silvia Gomes, explica que conhecendo as propriedades de cada erva aromática, é possível compor um mix personalizado. “Você pode fazê-lo também com uma fruta como maracujá, laranja ou abacaxi, dispensando o açúcar. Observe sempre as indicações e procure incluir um ou dois elementos que sejam aromáticos. Mas na dúvida, procure ajuda especializada”, assegura.

Gostou da ideia? Veja cinco combinações ótimas:

Chá verde + Hibiscus + Cavalinha: acelera o metabolismo e ajuda a emagrecer;

Chá de romã + Chá vermelho+ Chá de anis: diminui o inchaço

Boldo + Camomila + Hortelã : alto poder digestivo;

Chá branco + tangerina: queima as gordurinhas e ajuda a emagrecer

Camomila + Capim-Limão + Erva-Cidreira: acalma e alivia a tensão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.