Geral | Ações

Eneva revitaliza biblioteca comunitária e inicia nova fase de projetos sociais no Maranhão

A empresa também estende até dezembro as ações de apoio ao combate à Covid-19
02/10/2020 às 09h47
- Livros arrecadados pelos colaboradores da Usina de Itaqui para a biblioteca comunitária

SÃO LUÍS- A Eneva, empresa brasileira integrada de exploração e produção de gás natural e geração de energia, está implementando novos projetos sociais e ações de apoio nas comunidades próximas às unidades operacionais em Itaqui e no Médio Mearim. Neste sábado (03/10), a biblioteca comunitária de Sítio São Benedito, em Itaqui, recebe 350 livros doados pelos colaboradores da empresa e novos mobiliários, como mesas e cadeiras, além de uma nova pintura. A iniciativa busca proporcionar mais conforto aos frequentadores do espaço e, principalmente, sensibilizar o maior número possível de moradores da comunidade para o hábito da leitura.

Em outra frente, voltada à capacitação, a empresa doou cerca de 60 computadores usados por colaboradores da Usina Termelétrica de Itaqui para associações comunitárias de São Luís e São José de Ribamar. Os equipamentos serão utilizados por jovens em cursos de manutenção de computadores.

Em Santo Antônio dos Lopes, no Médio Mearim, a empresa acaba de iniciar o projeto agrícola Nova Demanda com os agricultores do reassentamento de mesmo nome. Uma série de ações e atividades foram mapeadas com os agricultores ao longo de 2019 para possibilitar a implementação do projeto, que vai priorizar o aumento da produção rural e a geração de renda para os envolvidos. O Nova Demanda, que conta com assistência técnica agrária, também tem como desafio mudar a agricultura tradicional praticada atualmente para a agroecológica, que garante uma produção sem agrotóxicos.

“Com a implementação dos projetos sociais buscamos promover o conhecimento e o empoderamento das comunidades beneficiadas. Algumas das nossas iniciativas são vinculadas à agricultura agroecológica e familiar, sustentadas no pilar da inclusão de políticas públicas e capacitação das associações e instituições afins”, explica o diretor de Serviços Corporativos da Eneva, Luís Vasconcelos.

Já em Lima Campos, também no Médio Mearim, o projeto Quintal Produtivo foi reativado para promover a geração de renda e fortalecer a agricultura para 140 famílias de comunidades quilombolas, incentivando as plantações e criações de animais. No momento, estão sendo realizados encontros com lideranças locais e visitas nas áreas de produção. O Quintal Produtivo será executado com foco na implantação das atividades e no apoio técnico para garantir a autonomia e emancipação das famílias.

Com o objetivo de ajudar 25 costureiras das proximidades do Complexo Parnaíba, em Santo Antônio dos Lopes, foi criado o projeto Costurando para o Bem. Durante seis meses as profissionais irão receber da Eneva tecidos e aviamentos para produzirem máscaras e jalecos. Todas estão sendo remuneradas pelo trabalho realizado e podem, dessa forma, complementar a renda familiar neste momento de pandemia. Os itens já estão sendo produzidos e doados para associações comunitárias, funcionários da Eneva e seus familiares.

Projeto agrícola apoiado pela Eneva na região metropolitana de São Luís.

Apoio ao combate à Covid-19 até dezembro

As ações de apoio ao combate à Covid-19 no Maranhão se estendem até dezembro, com doações de cestas de alimentos, máscaras, kits de higiene, entre outras iniciativas. Desde o início da pandemia, a Eneva vem apoiando governos estaduais e municipais, instituições e comunidades nos estados onde mantém atividades operacionais e administrativas (MA, CE, AM, RR, RJ).

No estado maranhense, a empresa doou 4.200 cestas básicas (32 toneladas de alimentos) e dois mil kits de higiene para comunidades de seis municípios - São Luís, Santo Antônio dos Lopes, Capinzal, Lima Campos, Pedreiras e Trizidela -, alcançando mais de mil famílias. Também entregou cinco respiradores para o Estado.

“Entendemos a necessidade e a urgência de unir forças para ajudar neste momento de pandemia. Por isso estamos apoiando estados, municípios e instituições da sociedade com ações de combate ao coronavírus e ajuda às comunidades consideradas em vulnerabilidade social”, ressalta o executivo Luís Vasconcelos.

A Eneva apoiou ainda a implantação de um hospital de campanha em Pedreiras, para atender à população dos municípios do Médio Mearim. Foi destinado R$ 1 milhão para a compra de equipamentos hospitalares e de proteção individual (EPIs) para os profissionais de saúde. Ao todo, 1.130 itens foram entregues, como os 40 leitos da unidade, monitores, autoclaves horizontal, cilindros de oxigênio, aspiradores cirúrgicos portáteis, micronebulizador, desfibrilador, mobiliários em geral, entre outros.

Para apoiar os fornecedores locais, a empresa comprou o máximo possível dos itens hospitalares no Maranhão (700), buscando somente em outras regiões o que não estava disponível no Estado.

Todos os itens hospitalares doados pela empresa serão usados pelo Estado em outras unidades de saúde quando o hospital de campanha de Pedreiras for desmobilizado.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte