Geral | Solidariedade

Caso Maya: casal faz 'vaquinha virtual' para realizar cirurgia da filha nos EUA

Criança foi diagnosticada desde cedo com uma má formação craniana; a primeira cirurgia da bebê ocorreu quando ela tinha apenas 10 meses de idade
Kethlen Mata/ O Estado MA26/09/2020 às 00h01

SÃO LUÍS – Com 15 dias de nascida, Maya foi indicada pela pediatra para ser levada a um neurocirurgião. Com 2 meses de vida, ela foi diagnosticada com cranioestenose. Até hoje, a bebê, que tem 1 ano e 4 meses, já realizou quatro cirurgias, porém, os pais descobriram que os procedimentos não foram feitos corretamente. Agora, Maya precisa fazer uma quinta operação e o médico mais recomendado se encontra em Dallas, nos Estados Unidos. A família decidiu então fazer uma 'vaquinha virtual', uma conta para divulgação no Instagram, além de rifas e lives solidárias.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte