Alternativo | Livro

Drogas na adolescência: realidade retratada em obra

Jornalista André Puga lança obra que flerta com a realidade para contar a história de Wes, um estudante que sonha em ser escritor e precisa lidar com conflitos existenciais
16/09/2020 às 11h50
Drogas na adolescência: realidade retratada em obraO jornalista paulistano André Puga é autor do romance (Divulgação)

Santa Catarina - "O Outro Significado", lançamento do jornalista paulistano André Puga, é ambientado em Pinneápolis, cidade fictícia que recebe o protagonista da história para a nova escola. Wes sonha em ser escritor, mas se vê obrigado a estudar para ingressar em uma universidade pública, atendendo aos desejos do pai.

Na nova rotina, Wes precisa lidar com bullying, preconceitos e drogas, em meio as novas amizades nem sempre construtivas. Ele identifica um importante amigo e aliado quando conhece Abelardo, o faxineiro da escola, que lhe mostra a vida sob um novo prisma.

Por um momento, em meio a tantas dificuldades e anseios, a missão escritor passa a ser postergada... Rebecca, sua melhor amiga, percebe as mudanças no comportamento do protagonista. A família de Wes está um caos: seu pai se candidata a vice-prefeito da cidade, enquanto a mãe pede separação.

O drama vivenciado em primeira pessoa, a mistura entre o real e o fictício, incentivado pelo autor em versos rimados ao final de cada capítulo, o mistério por trás da carreira política do pai e da história de Abelardo e a publicação do tão sonhado livro formam o suspense instaurado em "O Outro Significado", criado por Puga, que se desenrola ao longo das 136 páginas.

Sinopse

Wes é um garoto que enxerga a vida diferente da maioria. Seu grande objetivo é escrever seu primeiro livro e livrar-se de profissões que não o preenchem. Após ser demitido de seu emprego, sua família se muda com ele para a cidade de Pinneápolis com intuito de matricula-lo em uma instituição mais qualificada. Wes ganha uma sobrevida de ideias quando conhece Abelardo, o faxineiro de sua nova escola. O que ele não imaginava é que ao longo de sua jornada sua história ficaria cada vez mais real, onde ele se vê envolvido em uma série de desventuras, além de presenciar fatos estranhos ocorrendo na cidade. Rodeado de circunstâncias corriqueiras na vida de qualquer jovem, como festas, namoro, bullying, drogas e preconceito, o protagonista usa esses fatores como parte integrante de seu processo criativo, guiando o leitor para uma saga de difícil distinção entre o real e o imaginário.

Sobre o autor

Jornalista, André Puga nasceu em São Paulo, em 1989. Com um pensamento crítico e questionador sobre o mundo desde muito jovem, Puga apresenta ao leitor o seu primeiro livro, criado e pensado a partir de todos os romances por ele já lidos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte