Cidades | Ineficiente

Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional lança campanha contra EAD

Formação de profissionais essenciais à saúde da população pode ser prejudicada com esse tipo de ensino, alerta entidade
05/09/2020 às 17h40
Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional lança campanha contra EAD Conselho orienta estudantes e profissionais a se posicionarem contra a modalidade de ensino para Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Divulgação)

São Luís - O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Crefito-16, lançou, em São Luís, uma campanha contra a prática de Ensino a Distância (EAD) para formar Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais. A autarquia orienta estudantes e profissionais a se posicionarem contra a modalidade considerando que esta não oferece parâmetros de qualidade e segurança adequados à formação da categoria, que se baseia em aulas e atividades realizadas, ao longo dos cursos, de forma presencial e humanizada.

A campanha, que tem como tema “EAD, não compre essa ideia. Ensino a Distância não forma Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais”, busca chamar a atenção da população sobre essa temática. Na opinião do presidente do Crefito-16, o fisioterapeuta Fernando Muniz, este assunto é de interesse de toda a sociedade, destinatária final dos serviços prestados por esses profissionais.

“É um método inadequado, pois não garante qualidade e segurança na formação dos futuros profissionais. Além disso, essa modalidade de educação a distância é incapaz de formar profissionais aptos a atender às necessidades da saúde da população”, assegura o presidente. Ele lembra que somente é possível formar bons profissionais e de qualidade nos cursos presenciais.

Durante o período de pandemia, uma série de serviços passou a contar com a modalidade remota, uma vez que o distanciamento social tornou-se uma das principais recomendações das autoridades de saúde. Seguindo esta tendência, o Ministério da Educação (MEC) flexibilizou práticas de atividades laboratoriais e estágios de forma remota.

O Crefito-16, assim como outros conselhos profissionais da área da saúde, se posicionou contra a medida. “Durante a pandemia, inclusive, foi evidenciado o papel de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais para a saúde da população. Entendemos que, apesar das singularidades do momento, estas mudanças não são favoráveis para a formação destes profissionais”, frisou o presidente do conselho.

Histórico
Em dezembro do ano passado o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito) lançou nota de Repúdio à Portaria do MEC de nº 2.117, de 6 de dezembro de 2019, que dispõe sobre carga horária de Ensino à Distância – EaD em cursos de graduação presenciais ofertados por instituições de Ensino Superior – IES.

Por meio da portaria o MEC ampliou a oferta de disciplinas on-line para 40% nos cursos presenciais, na tentativa de transformar tais cursos na modalidade à distância.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte