Alternativo | Arte

A arte imortal de Antônio Almeida

Autodidata, artista plástico maranhense desenvolveu e apresentou diversas facetas de sua obra ao longo da vida; entre seus trabalhos, dois murais no Parque do Bom Menino que foram restaurados
Carla Melo/Da equipe de O Estado15/08/2020

SÃO LUÍS- Quando os filhos do artista plástico maranhense Antônio Almeida souberam da reforma do Parque do Bom Menino, no Centro da capital maranhense, entraram em contato com a Prefeitura de São Luís para que os dois murais do artista - “Bumba meu boi” e “Brincadeiras de criança” - que figuram naquele espaço público, pudessem ser restaurados. Acertados os detalhes, o trabalho de revitalização das obras, que foram produzidas em 1969, ano de inauguração do logradouro, tomou corpo e o resultado é a valorização de importantes obras do maranhense que foi muralista, pintor, xilogravurista, escultor, ceramista, ilustrador e entalhador, entre outras vertentes. Antônio Almeida foi, também, o precursor da arte urbana em São Luís.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte