Passeios

Agências de turismo têm perdas financeiras por causa da pandemia

Visitação ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses foi retomada, mas reaquecimento do setor de turismo deve acontecer somente em 2021

Ismael Araújo / O Estado

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h19

[e-s001]São Luís - No Maranhão há um total de 352 agências de viagens cadastradas no sistema do Cadastur do Ministério do Turismo e, segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagem no Maranhão (Abav-MA), elas tiveram um deficit financeiro de quase 100% durante o período de pandemia da Covid-19. Um dos principais pontos turísticos do estado, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, permaneceu fechado para visitação turística desde o mês de março, em umas das ações decretadas para evitar a proliferação do novo coronavírus e, somente no último dia 1°, foi liberado. Para a Abav-MA, porém, o reaquecimento do setor de turismo no estado deve ocorrer apenas no próximo ano.

“O ano de 2020 foi perdido para as agências de viagens, principalmente, aquelas que trabalham com o turismo receptivo”, lamentou, Amadeu Lisboa Júnior, diretor de receptivo da Abav-MA e proprietário da Babaçu Viagens e Turismo. Ele informou que o período de alta temporada para as agências de viagens, que trabalham com o turismo receptivo, é no decorrer dos meses junho a agosto, mas devido a pandemia o setor turístico ficou prejudicado. “Muitas pessoas deixaram de viajar nestes últimos meses com receio do novo coronavírus”, frisou Amadeu Júnior.

Ele também disse que de novembro a fevereiro é um período do ano em que chove bastante no Maranhão e isso, de certa forma, influencia na procura pelos passeios, inclusive, para os Lençóis Maranhenses. “A possibilidade do reaquecimento do setor de turismo no estado é somente para o próximo ano”, apontou.

Ainda de acordo com o Amadeu Júnior, a maioria das agências de viagens aderiram ao Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, instituído pelo Governo Federal, por meio da Medida Provisória de número 936, para não demitirem em massa seus funcionários, e alguns contratos tiveram de ser suspensos temporariamente.

Viagem a vista
A diretora de operações de viagens da Taguatur Turismo, Virgínea Barros, disse que a empresa está atendendo aos clientes, mas as viagens aos Lençóis Maranhenses estão previstas para ocorrerem somente a partir do próximo mês. “O parque foi reaberto neste mês, mas ainda estamos com um pouco de receio, então os passeios para esse ponto turístico somente devem ocorrer a partir do mês de agosto”, explicou Virgínea Barros.

Ela ainda disse esses passeios devem seguir, de forma rigorosa, as normas de segurança sanitárias, principalmente no tocante ao distanciamento e o uso obrigatório das máscaras de proteção, para evitar a proliferação da Covid-19. “O protocolo de segurança deve ser seguido a risca durante esse tipo de viagem”, afirmou.

Virgínea Barros também frisou que, no decorrer da pandemia, a procura por viagens caiu bastante e vários clientes adiaram suas viagens, enquanto o cancelamento foi pouco registrado, mas, mesmo assim a empresa teve perda financeira.

Visitação
O agente de turismo, Cosme Silva, de 20 anos, disse que no período em que o Parque Nacional do Lençóis Maranhenses esteve fechado para visitação, houve uma queda de mais de 90% da presença dos turistas na região de Barreirinhas.

Ele ainda declarou que as visitações aos povoados de Atins, Mandacaru, Caburé e Vassouras retornaram no começo deste mês, mas, a quantidade de visitantes ainda é baixa, assim como o número de passeios. “O meu lucro caiu mais de 80%, mas estamos trabalhando para recuperar esse prejuízo”, afirmou Cosme Silva.

Denilson Aguiar, que é proprietário de uma agência de turismo em Santo Amaro, disse que para evitar aglomeração e seguir as normas sanitárias, a quantidade de pessoas, por passeio, foi reduzido e também houve queda no preço do passeio “Antes, podiam ir no máximo dez turistas e, no momento, apenas seis”, frisou.

Lençóis aberto
As visitas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses somente foi retomada no último dia 1°, depois de suspensas desde o mês de março deste ano. A reabertura foi autorizada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, por meio da portaria de número 752, no Diário Oficial da União.

O parque maranhense reabriu à visitação, mas, com medidas restritivas para tentar evitar a transmissão do novo coronavírus como o uso obrigatório de máscaras, higienização, priorização da venda online e medidas de distanciamento social. Além disso, o número de visitantes será reduzido até o limite de 55% da capacidade de público.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é conhecido pela sua vasta paisagem desértica de grandes dunas de areia branca e pelas lagoas sazonais de água da chuva. A Lagoa Azul e a Lagoa Bonita são duas das maiores lagoas. O ecossistema diversificado do parque inclui pântanos de mangais. As cidades vizinhas de Barreirinhas e Santo Amaro do Maranhão servem de porta de entrada para essa localidade.

SAIBA MAIS

Viagens de automóvel

As viagens de avião e ônibus, que aglomeram dezenas de pessoas em um ambiente, podem sofrer intensas transformações e também deixar de ser opção de muitos brasileiros durante e após o período de pandemia da Covid-19. A Abav ponta que no decorrer dessa época, as viagens de automóvel de até 500 Km, tornaram uma opção segura, em termos sanitários.

Cuidados dispensáveis para viajar com segurança durante o período de pandemia

Álcool em gel: este produto se tornou indispensável quando saímos. Durante uma viagem, não seria diferente. É importante carregar um frasco junto de si, e, claro, sempre que possível lavar as mãos com água e sabão.

Priorização de cartões: manipular cédulas de dinheiro pode ser uma forma de disseminar o vírus, uma vez que passa de mão em mão e pode estar contaminado. O ideal é sempre dar preferência para cartões, pois são de uso pessoal. Nesse sentido, priorizar o pagamento com distanciamento.

Seguro viagem: um seguro viagem vai muito além dos cuidados com a saúde. Os gastos hospitalares podem fugir do controle rapidamente quando viajamos sem um seguro viagem, com certeza não é uma boa aposta.

Assistente de viagem: a pessoa deve fazer o contato com o assistente de viagem para receber informações sobre o destino da viagem.

NÚMERO
352
agências de viagens no Maranhão são cadastradas no sistema do Cadastur, do Ministério do Turismo

[e-s001]Personagem da notícia

Pedro Ilton, um dos gerentes do Babaçu Viagens e Turismo, disse que a empresa esteve praticamente parada por mais de três meses e, no momento, está funcionando apenas durante o período da manhã e seguindo as normas sanitárias. “O álcool em gel está disponível na porta da agência e somente é permitida a entrada de pessoas com máscara de proteção”, frisou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.