Política | Covid-19

Lockdown será prorrogado na ilha de São Luís até o domingo, dia 17

Juiz Douglas Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, decidiu em reunião com MPMA; serão três dias a mais com circulação restrita de pessoas
Carla Lima/Editora de Política12/05/2020 às 15h06
Lockdown será prorrogado na ilha de São Luís até o domingo, dia 17Pela determinação do juiz, fiscalização deverão permanecer para evitar a circulação de pessoas durante o isolamento obrigatório (Divulgação)

Em reunião nesta terça-feira, 12, com representantes do Ministério Público Estadual (MP) e das quatro prefeituras da Ilha de São Luís, o juiz Douglas Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, definiu que o lockdown para São Luís, Raposa, São José de Ribamar e Paço do Lumiar irá até o dia 17 de maio. Serão três dias a mais para que a circulação de pessoas fique restrita.

O MP não chegou a apresentar uma sugestão sobre a continuidade da medida. Os representantes das prefeituras pediram que o isolamento obrigatório não fosse prorrogado. No entanto, o magistrado entendeu que os três dias a mais contribuirá para dá fôlego no combate a Covid-19 na Região da Grande São Luís.

O lockdown deveria ir até esta quinta-feira, 14, conforme decreto do governo do estado editado no domingo, 3. Na sexta-feira, 15, será feriado conforme decisão do governador Flávio Dino. Então, os três dias a mais de lockdown se darão em dias não úteis. Com isso, na interpretação do juiz, não haverá prejuízo ao comércio.

O que ajudará nestes dias não úteis será a proibição da entrada e saída da ilha de São Luís, já que com o feriado antecipado, poderia haver pessoas vindo ou saindo de São Luís.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte