O Mundo | Saúde

Pacientes conseguem se recuperar com apoio de máquina coração-pulmão

Estudo foi feito por médicos japoneses e incluiu 300 instituições
Agência Brasil13/03/2020 às 09h30
Pacientes conseguem se recuperar com apoio de máquina coração-pulmãoReuters

TÓQUIO - Estudo realizado por médicos japoneses mostra que a maioria dos pacientes que fizeram terapia com uma máquina coração-pulmão está se recuperando dos sérios sintomas do novo coronavírus. A pesquisa envolveu cerca de 300 instituições médicas em todo o Japão.

Segundo o estudo, pelo menos 23 pacientes de infecção por coronavírus em várias partes do Japão receberam tratamento com oxigenação de membrana extracorpórea, também conhecida como ECMO nas iniciais em inglês.

Esse tipo de máquina ajuda as funções cardíacas e respiratórias, como o bombeamento de oxigênio no sangue, e permite que o coração e os pulmões do paciente descansem enquanto esperam que os sistemas imunológicos combatam o agente patogênico.

O trabalho mostrou ainda que nenhum dos 23 pacientes morreu, 12 deles terminaram o tratamento com o ECMO e agora estão se recuperando.

De acordo com os médicos, a terapia com o ECMO requer técnicas médicas especializadas, e o sistema médico japonês possibilita que cerca de 300 pacientes de coronavírus recebam esse tratamento ao mesmo tempo.

O médico Shinhiro Takeda diz que ficou claro que o ECMO pode salvar um certo percentual de pacientes em estado grave, e acrescentou que os médicos vão se esforçar para melhorar a precisão da terapia em todo o país.

Relatório de uma missão conjunta, realizada pela Organização Mundial da Saúde e a China, afirma que cerca de 80% de pacientes confirmados por laboratórios como tendo contraído o coronavírus têm sintomas leves ou moderados, enquanto 6,1% ficaram em estado grave.

*Emissora pública de televisão do Japão

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte