Polícia | Roubo

Presos acusados de assaltos na área do Miritiua

Os criminosos usavam máscaras durante as ações criminosas e agiam com violência; parte do bando ainda está solta
Ismael Araújo12/03/2020

SÃO LUÍS - Três integrantes de um bando criminoso especializado de assalto a pontos comerciais e residências, no Miritiua e bairros adjacentes, foram presos em cumprimento de ordem judicial durante incursão da Polícia Civil, na Grande Ilha.

Eles foram presos e encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Com eles, a polícia apreendeu máscaras, que eram utilizadas nas ações criminosas. O delegado da Roubos e Furtos, Luigi Conte, informou que essa associação criminosa vinha agindo nessa área já algum tempo, e na maioria agiam de forma violenta.

Eles escolhem os alvos e, logo após, fazem um verdadeiro arrastão. As vítimas são amarradas e ameaçadas de morte. Ainda segundo o delegado, três outros integrantes dessa quadrilha já haviam sido presos na semana passada. As diligências continuam para prender o restante do bando.

Foragido

Um homem de 40 anos, que era foragido do Maranhão, foi preso no último dia 10, em Valparaíso de Goiás. O delegado Olemar Santiago disse que o detido é acusado de estuprar as duas filhas, de 8 e 9 anos. O crime ocorreu diversas vezes durante os anos de 2015 a 2018, na cidade de Coelho Neto. Ele dava soníferos paras as crianças e, logo depois realizava o ato criminoso.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte