Esporte | Virada

Copa do Brasil: Fluminense sofre, mas vira sobre o Moto Club e se classifica

O destaque foi o meia Nenê, que marcou dois gols e deu uma assistência
26/02/2020 às 23h51
Copa do Brasil: Fluminense sofre, mas vira sobre o Moto Club e se classificaFluminense diminuiu ainda na etapa inicial, com Nenê (Paulo Soares)

São Luís - O Fluminense se classificou para a Segunda Fase da Copa do Brasil ao vencer por 4 x 2 o Moto Club, nesta quarta-feira, em São Luís. A vitória foi de virada, pois os donos da casa chegaram a abrir vantagem no início da partida. O destaque foi o meia Nenê, que marcou dois gols e deu uma assistência.

No início da partida, parecia que o Moto Club iria surpreender. Tanto que os maranhenses abriram 2 x 0 com 11 minutos de jogo, após gols de Walace e George. No entanto, o Fluminense diminuiu ainda na etapa inicial, com Nenê. No segundo tempo, o experiente meia empatou. Os tricolores ainda viraram, com Nino e finalizaram a classificação com Marcos Paulo.

Na segunda fase o Fluminense enfrentará o Botafogo (PB), que passou pelo Atlético (BA), marcado para o dia 4 de março (quarta-feira), no Estádio Maracanã (RJ), pois o Flu está melhor ranqueado e assim como na primeira fase em jogo único, mas em caso de empate a vaga para terceira fase será decidida nos pênaltis.

O Moto Clube volta campo no superclássico contra o Sampaio Corrêa, dia 7 de março (sábado), às 16h30, no Estádio Castelão, pela quinta rodada do Campeonato Maranhense. Enquanto o Fluminense estreia contra o Madureira, na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, no Estádio às 16h, no Estádio Maracanã.

Jogo

O Moto Club precisou apenas de menos de um minuto para abrir o placar. Após saída de bola rápida, Silvio cruzou na área, e Digão cortou para escanteio. Na cobrança, o zagueiro rubro-negro Walace ganhou de Nino pelo alto e abriu o placar com 40 segundos de jogo: 1 x 0.

O Papão do Norte continuou no ataque ao três minutos nm novo escanteio, dessa vez na segunda trave, Wesley cabeceou, e Muriel salvou o Fluminense de tomar o segundo.

A resposta do Fluminense veio no minuto seguinte. Nenê se deslocou, recebeu de Pacheco na área, tabela com Egídio e toca de calcanhar para Gilberto chutar travado.

As duas equipes continuaram se alternando no ataque, até que aos 11 minutos, em contra-ataque de rápido, Silvio recebe nas costas de Nino, ganha na velocidade e cruza na medida para Jorge marcar de carrinho, nas costas de Digão: 2 x 0.

Aos 14 minutos, Nenê é lançado na área, Saulo saiu para fechar o ângulo, mas Ramon empurrou o meia e árbitro marcou a penalidade.

Depois de muita confusão, aos 16 minutos, Nenê cobrou com paradinha e enorme categoria para deslocar Saulo e recolocou o Fluminense no jogo: 2 x 1.

Dois minutos depois, o Fluminense chega com perigo. Após escanteio, a defesa do Moto afastou parcialmente, mas Pacheco chegou de trás e pegou de primeira da meia-lua e bola passou rente a trave esquerda de Saulo.

O primeiro tempo terminou com o Moto procurando se achar em campo depois do gols sofrido e o Fluminense tentando aproveitar a momento de fragilidade do Rubro-Negro.

A etapa final começou como terminou a primeira com o Tricolor melhor campo em busca do empate, enquanto, o Moto tenta segurar o placar.

Aos três minutos, veio castigo do motense. Em cobrança de falta Nêne deixou tudo igual no placar: 2 x 2.

O Moto tentou reagir com Clessione que arriscou de longe, bola saiu pela linha de fundo, mas Muriel escorrega e deu um susto na torcida.

O empate já garantia o Fluminense na segunda fase, mas aos 26 minutos, Ganso sofreu falta na entrada da área, e Nenê cobrou com muita categoria na cabeça de Nino, que colocou o Flu na frente no placar: 3 x 2.

Atordoado em campo, o Moto passou a assistir o Fluminense jogar e aos 38 minutos, Marcos Paulo recebeu de Yago na área, limpou dois marcadores e chutou cruzado para ampliar o placar: 4 x 2.


FICHA TÉCNICA
MOTO CLUB-MA 2 X 4 FLUMINENSE-RJ

Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)
Data: Quarta-feira, 26/02/2020
Horário: 21h30 (Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Ricardo Junio de Souza (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (Fifa-MG)
Renda: R$ 127.260,00
Público: 4.368 pagantes
Cartões amarelos: Saulo, Naílson e George (Moto Club); Yuri, Gilberto, Marcos Paulo e Evanílson (Fluminense)
GOLS
MOTO CLUB: Walace, a 1min do primeiro tempo; George, aos 11min do primeiro tempo
FLUMINENSE: Nenê, aos 16min do primeiro tempo e 3min do segundo tempo; Nino, aos 27min do segundo tempo; Marcos Paulo, aos 38min do segundo tempo

MOTO CLUB: Saulo; Denílson, Ramon, Wallace (Douglas) e Wesley; Amaral, Naílson, Doda (Luan) e Ancelmo; Silvio Tapajós e George (Clessione)
Técnico: Dejair Ferreira

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Nino, Digão e Egídio; Henrique, Yuri (Ganso), Nenê; Wellington Silva (Yago Felipe), Fernando Pacheco (Marcos Paulo) e Evanilson
Técnico: Odair Hellmann

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte