Diversão

Bailinho de Carnaval anima Parque Botânico da Vale

Durante os dias de carnaval, de 22 a 26, o Parque Botânico não vai funcionar. Na quinta-feira, dia 27, volta a ficar disponível para visitação da comunidade, das 8h às 12h.

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h21
Crianças brincam de roda e se divertem no Bailinho do Parque Botânico da Vale, em São Luís
Crianças brincam de roda e se divertem no Bailinho do Parque Botânico da Vale, em São Luís (botânico)

Pular Carnaval com a família, com direito a fantasias, música, alegria e muitas cores, contrastando com um belo cenário verde e natural. O bailinho de carnaval do Parque Botânico da Vale, em São Luís, levou famílias para momentos de pura diversão na manhã dessa sexta-feira (dia 21).

Na programação, camarim para pintar o rosto das crianças, show da banda Curumim Peralta e recreadores. Todas as atividades foram gratuitas e abertas à comunidade. "Eu achei muito legal a programação, mas prestei mais atenção mesmo foi na bateria da banda, porque eu sempre quis tocar uma. No município onde moro, a gente faz bateria reciclável para tocar", disse Victor Hugo Serra, de 9 anos, que mora em Santa Rita.

Para dona Rosângela, a programação foi uma oportunidade de levar os sobrinhos para uma manhã de lazer, com segurança. "Aqui é um local reservado, mas livre, onde as crianças podem brincar sem receio de carro passar e bem pertinho da natureza. Achei muito legal a proposta deles virem, se maquiarem, escolherem a fantasia e aproveitarem a diversão", disse a artesã.

Durante os dias de carnaval, de 22 a 26, o Parque Botânico não vai funcionar. Na quinta-feira, dia 27, volta a ficar disponível para visitação da comunidade, das 8h às 12h.

Novo horário
Desde o mês de janeiro que o Parque Botânico da Vale, no Anjo da Guarda, em São Luís, está funcionando em novo horário: das 8h às 12h, de segunda-feira a sábado. Para visitar o parque, basta fazer o agendamento pelo telefone (98) 3272-7702.

O espaço é equivalente a 100 campos de futebol, destinado ao lazer, educação ambiental e práticas de exercícios. Localizado no Complexo Industrial Portuário de Ponta da Madeira, é o lugar ideal para quem gosta de estar em contato com a natureza. São hectares de fauna e flora raras, como pau-marfim, pequi, angelim e sumaúma, além de macaco-capijuba, tamanduá-mirim e beija-flor vermelho. A estrutura contempla trilhas de interpretação da natureza, e módulos temáticos retratando os ecossistemas do Maranhão, além de uma Trilha dos Sentidos autoguiada para pessoas com deficiência.

O parque também conta com infraestrutura que abriga anfiteatro, Espaço Vale, espaço de educação ambiental, lanchonete, três salas de aula (capacidade para 50 pessoas), auditório (capacidade para 200 pessoas), salão de exposições e uma ecoteca com brinquedos e vídeos ecológicos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.