Esporte | Sinal de alerta

Imperatriz amarga jejum de vitórias e mira reação na Copa do Nordeste

Cavalo de Aço acumula três jogos sem vitória, e precisa reagir na próxima rodada do Nordestão
18/02/2020 às 18h20
Imperatriz amarga jejum de vitórias e mira reação na Copa do Nordeste Paulinho Kobayashi acredita em evolução da equipe (Divulgação Imirante.com)

SÃO LUÍS – Apesar de fazer uma boa apresentação, o Imperatriz conheceu, na noite desta terça-feira (17), a sua segunda derrota na Copa do Nordeste – ao ser superado por 2 x 1, pelo Fortaleza, e agora amarga três jogos sem vitória na temporada. Dois pelo Nordestão e um pela Copa do Brasil. São dois empates e uma derrota. Com apenas dois jogos no Campeonato Maranhense, o Cavalo de Aço também começa a se complicar no Estadual. Com um calendário cheio, a equipe do técnico Paulinho Kobayashi não tem nem tempo para “respirar”, pois já tem jogo, neste sábado (22), às 16h, no Frei Epifânio, contra o River, novamente pela Copa do Nordeste.

Depois empatar com o Sport, por 2 x 2, em Recife, pela terceira rodada da Copa do Nordeste, o Imperatriz empatou sem gols com o Vitória, no Frei Epifânio, ao ser eliminado na primeira fase da Copa do Brasil, e agora voltou tropeçar em casa, diante do Fortaleza. Mesmo diante deste cenário, o técnico Paulinho Kobayashi acredita que a equipe segue em evolução.

“Não jogamos mal, e também não temos que ficar crucificando jogador. É levantar a cabeça. Pegamos até agora só equipe de Série A e B e mesmo assim jogamos de igual para igual. Infelizmente não conseguimos a vitória”, comentou o treinador.

Como só volta a jogar pelo Estadual no dia 24 deste mês, em uma sequência frenética de jogos, o Imperatriz mantém seu foco na Copa do Nordeste. Se vencer o River, o Cavalo de Aço tem chances de retornar ao G-4 do Grupo B. Por enquanto, a a equipe ocupa a 5ª colocação com quatro pontos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte