Geral | Em alerta

Área desmatada na Amazônia cresceu 23% em novembro de 2019

Segundo o Imazon, degradação florestal, destruição da floresta por queimadas ou retirada de madeira, saltou de 10 km², em novembro de 2018, para 471
15/01/2020

BRASÍLIA - O Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Imazon detectou, em novembro do ano passado, 354 km² de desmatamento na Amazônia. Esse número representa um aumento de 23%, em comparação com novembro de 2018. Pelo quinto mês consecutivo, o Pará foi o responsável pela maior parte da devastação registrada na floresta. O estado lidera o ranking do desmatamento com 58% da área total desmatada, em seguida vem Mato Grosso (16%), Rondônia (9%), Amazonas (8%), Acre (4%), Roraima (3%), Amapá (1%) e Tocantins (1%).

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte