Política | Irã x EUA

Flávio Dino afirma que política externa coloca o Brasil em risco

Comunista citou o conflito entre os EUA e o Irã, que se agravou após ataques em duas bases americanas situadas no Iraque
Ronaldo Rocha da editoria de Política08/01/2020 às 10h26
Flávio Dino afirma que política externa coloca o Brasil em risco Reprodução

O governador Flávio Dino (PCdoB) criticou a política de relação externa entre o Brasil e os Estados Unidos da América (EUA) na crise de larga escala que envolve os americanos e o Irã.

Para o comunista, a posição do governo brasileiro pode colocar o país em risco. Dino classificou de subalterna a relação do governo Jair Bolsonaro para com os EUA.

"A absurda política externa subalterna aos Estados Unidos está empurrando o Brasil e os brasileiros para conflitos alheios, trazendo riscos econômicos e sociais. Eventuais simpatias ou afetos pessoais não podem prejudicar o papel do governo brasileiro: cuidar do Brasil", escreveu, no twitter.

Flávio Dino apelou para um posicionamento decisivo da Organização das Nações Unidas (ONU) e intervenção de outras nações contra o conflito.

"Um objetivo fundamental é preservar ao máximo o Brasil e os brasileiros. A outra deve ser atuar em favor da paz e do bom senso. Espero que o sistema ONU, outros países e instituições internas das Nações em conflito consigam moderação e mediação. Guerras só causam o mal", enfatizou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte