Cidades | Simbologia

Sesc celebra tradicional Queimação de Palhinha nesta terça

A tradição retrata a visita dos reis magos ao recém-nascido na manjedoura e simboliza o desprendimento das impurezas do ciclo que encerrou e a esperança de um novo ano
06/01/2020 às 19h40
Sesc celebra tradicional Queimação de Palhinha nesta terçaQueimação de palhinha no Sesc (divulg)

Em comemoração ao Dia de Reis, celebrado no dia 6 de janeiro, o Grupo Social de Idosos (GSI) do Sesc realiza a tradicional “Queimação de Palhinha”. O ritual religioso fecha o ciclo das festas natalinas com o desmonte das árvores e dos presépios. A cerimônia acontece na terça-feira, dia 7 de janeiro, a partir das 17h30, no Ginásio Charles Moritz, no Sesc Deodoro e inclui também a apresentação do Pastor Menino Jesus, do Grupo de Convivência da Terceira Idade do Sesc.

A tradição retrata a visita dos reis magos ao recém-nascido na manjedoura e simboliza o desprendimento das impurezas do ciclo que encerrou e a esperança de um novo ano repleto de bênçãos. As palhas, uma planta chamada murta usada para decorar os presépios, são queimadas em um fogareiro, produzindo um aroma agradável.

Ritual religioso centenário, a Queimação de Palhinha acontece anualmente no dia 6 de janeiro, quando é comemorado o Dia de Reis. Nesse dia, comunidades mais apegadas às tradições desmontam o presépio, reproduzindo a cena do nascimento de Jesus e a visita dos reis magos ao recém-nascido, na manjedoura, com cerimônia realizada por meio de ladainhas, rezas e orações.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte