Cidades | Especial / Aldenora Bello

Do coração solidário, nasceu o refúgio aos que têm câncer

Presente na sociedade ludovicense há mais de cinco décadas, hospital aponta limitações técnicas e financeiras, mas segue tentando prestar serviço de qualidade
Thiago Bastos / O Estado19/10/2019

Quando um homem simples chamado Antônio Dino veio para São Luís, após sair da sua terra natal, a conhecida Cururupu (MA) – distante 215 quilômetros da capital maranhense –, não imaginava que sua iniciativa e de sua esposa, Enide Dino, faria a diferença nos tempos atuais e em décadas anteriores na vida de tanta gente. Sua generosidade e apreço pelos outros o fizeram não medir esforços – assim como na sua formação acadêmica – para abrir, com o incentivo do poder público, à época, uma das unidades de saúde referenciais do estado e da região nordeste.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte