Especial | Requalificação

São Luís, 407 anos: festejando avanços e conquistas em espaços públicos

Capital tem recebido o maior pacote de obras dos últimos 30 anos; ações de revitalização de importantes espaços públicos são resultado de investimentos da Prefeitura e do Iphan
07/09/2019
Praças do Complexo Deodoro foram totalmente revitalizadas pela Iphan e Prefeitura de São Luís

São Luís completa 407 anos de fundação neste domingo, dia 8 de setembro, com uma grande festa organizada pela Prefeitura de São Luís, na Praça Maria Aragão, marcando um momento especial da cidade, distinta pelos traços do passado colonial, isto é, a arquitetura de valor histórico inestimável, em contraste com as necessidades da modernidade, de se construir uma cidade com soluções urbanísticas eficientes, que atendam as demandas da população e preparem os caminhos para o crescimento metropolitano.

Basta dar uma volta no Centro Histórico de São Luís para observar que a cidade mu­dou nos últimos anos e está muito melhor e mais bonita com a requalificação de espaços importantes como o Complexo Deodoro, a Praça Pedro II, do Pescador e a Rua Grande, só para citar algumas intervenções. As obras são resultado dos investimentos da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que tem executado importantes obras no Centro Histórico de São Luís com a parceria da gestão municipal.

“Estamos comemorando com muita alegria o aniversário da nossa cidade e todos os avanços registrados nos últimos anos. Em um momento de escassez de recursos, esses avanços têm um significado ainda maior, porque demostram o compromisso que temos com a cidade, com a população. Te­mos exigido de nossa equipe a atenção redobrada em todos os campos da administração pública e o resultado desse trabalho pode ser visto. Hoje São Luís é uma cidade que apresenta avanços em setores como trânsito e transporte, turismo, educação, agricultura, saúde e muitas outras que apontam visivelmente que caminhamos no rumo certo. Nossa alegria é ainda maior em ver que as pessoas estão usufruindo dos espaços revitalizados. Locais que são hoje ponto de encontro das famílias e atração para quem visita São Luís. Por isso, temos muito a co­memorar”, disse o prefeito Edivaldo Holanda Junior.

Rua Grande foi requalificada, com novo piso de bloquete intertravado, sistema de esgotamento sanitário e instalação elétrica subterrânea

O superintendente do Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), no Maranhão, Mauricio Itapary, também destaca o momento que a cidade vive hoje. “São Luís é, sem dúvida, uma cidade que avançou muito nos últimos anos. A partir das intervenções feitas pelo Iphan, em parceria com a Prefeitura hoje, temos uma cidade muito mais bonita, com espaços importantes como o Complexo Deodoro, a Praça Pedro II, a Rua Grande revitalizados e o que é mais importante, as pessoas ocupando esses espaços. Isso é motivo de alegria para todos nós”, disse Mauricio Itapary.

Um novo centro
Nos últimos anos o centro de São Luís adquiriu uma nova dinâmica, resultado de um processo exitoso de gestão do prefeito Edivaldo. A primeira obra foi a Praça da Alegria, resultado de convênio com o PAC Cidades Históricas, um programa do Governo Federal, executada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís. Em seguida, vieram a reforma e requalificação das praças Deodoro e Pantheon, além das vias adjacentes. Há também a Praça do Pescador, Praça Pedro II e Fonte da Mãe d'Água, que fica em frente à Igreja da Sé.

A Rua Grande passou por um processo de ampla requalificação e recebeu, entre outros serviços, novo piso, sistema de esgotamento sanitário e obras de drenagem profunda. As próximas obras serão as reformas do Largo do Carmo e Praça João Lisboa, bem como a construção do mais novo logradouro do Centro Histórico, a Praça das Mercês oriundas da parceria com o Iphan, Prefeitura e Vale.

Além do PAC Cidades Históricas, há outras obras estratégicas prestes a serem iniciadas. Destaque para a obra de revitalização da Fonte do Bispo, que inclui o Terminal da Avenida Magalhães de Almeida e áreas adjacentes.

Programa São Luís em Obras e requalificação de espaços públicos

São Luís, de fato, para além de um acervo arquitetônico famoso mun­do afora, reconhecido como Patrimônio Cultural Mundial pela Unes­co, destaca-se pelos avanços da atualidade, de uma capital dinâmica, em desenvolvimento, como reflexo da administração compromissada com o município e sua população.

Promover o crescimento de São Luís tem sido um desafio enfrentado de forma planejada pela Prefeitura. Seguindo com o planejamento, recentemente o prefeito Edivaldo lançou o programa São Luís em Obras, que prevê serviços de infraestrutura com macrodrenagem, pavimentação e construção de pontes, reforma e construção de mercados, requalificação de espaços públicos, entre outras, como a reforma completa do Mercado das Tulhas, localizado no Centro Histórico da capital e a construção dos mercados do São Francisco, Cohab e Coroadinho.

O programa inclui a requalificação da Praça da Saudade, Praça da Misericórdia e entorno; a requalificação do Parque do Bom Menino, da Praça da Bíblia e entorno; e também a revitalização da Fonte das Pedras e a manutenção da Fonte do Ribeirão (ambas as obras já foram iniciadas). A Prefeitura deu início, em agosto, à execução de dezenas de obras de melhorias de infraestrutura urbana em bairros da capital.

Com obras em andamento, o Estádio Municipal Nhozinho Santos está recebendo a maior reforma estrutural dos últimos 60 anos, que promoverá a modernização e revitalização completa do espaço, para se tornar, de fato, uma grande arena de futebol, apto a receber jogos de todas as divisões futebolísticas brasileiras.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte