Economia | Coco babaçu

Ferramenta para quebra de babaçu em fase de validação

A extração da amêndoa do coco babaçu poderá ficar mais fácil para a quebradeira de coco
20/06/2019

Ser quebradeira de coco é um desafio diário e constante. Acessar as palmeiras, catar o coco, quebrá-lo, tirar a amêndoa, extrair seus componentes para fazer os variados subprodutos e vender a produção são lidas diárias que elas enfrentam para o sustento da família. Além disso, ainda precisam convencer os maridos, os fazendeiros, a comunidade e a sociedade de que todo esse esforço vale a pena, não só para a sobrevivência de suas famílias, mas também para o mercado, os consumidores e o meio ambiente.
Buscando facilitar o trabalho dessas mulheres, o pesquisador da Embrapa Cocais José Mário Frazão e o engenheiro Ivanildo Madeira Albuquerque criaram um protótipo de uma ferramenta individual para quebra do coco com acionamento manual e boa capacidade de extração da amêndoa. Os recursos para a invenção vieram da Fundação de Amparo e Desenvolvimento Científico do Maranhão - Fapema e do Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF), por meio do Projeto Bem Diverso, fruto da parceria entre Embrapa e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte