Polícia | Atropelamento

Acusado por três mortes no trânsito é condenado a 6,9 anos de prisão

Rafael dos Anjos pegou 6,9 anos em julgamento realizado ontem; ele dirigia embriagado quando causou o atropelamento no Anel Viário
10/04/2019
Acusado por três mortes no trânsito é condenado a 6,9 anos de prisãoRafael dos Anjos durante o julgamento (Divulgação)

SÃO LUÍS - O técnico de Segurança do Trabalho, Rafael dos Anjos Alves, de 33 anos, foi condenado ontem a seis anos e nove meses de reclusão em regime semiaberto e teve a carteira de motorista suspensa por seis anos por ter atropelado e assassinado Ivone Cristianeide Araújo Almeida, Ronilson Bruno Penha Pinheiro e Raimunda Joana Penha e deixado ainda, gravemente feridos Raimunda de Fátima Santos Moraes, Leidiane da Silva Oliveira e Weidesson da Silva Gomes.

Rafael Alves dirigia embriagado e com excesso de velocidade um veículo, atingindo as vítimas que estavam no ponto de ônibus nas proximidades do Ceprama, no Anel Viário, na manhã do dia 9 de dezembro de 2012.

O julgamento ocorreu no Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau, e foi presidido pelo juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís, Gilberto de Moura Lima, enquanto, a acusação ficou com o promotor de Justiça, Rodolfo Soares dos Reis. A defesa do acusado foi feita pelo advogado Ângelo Rios Calmon. No decorrer da sessão, seis testemunhas, sendo três de defesa e três de acusação. O corpo de jurado foi composto por sete pessoas da sociedade.

Denúncia

Conforme denúncia do Ministério Público, no dia 09 de dezembro de 2012, o denunciado conduzia um veículo Fiat Strada pela Av. Senador Vitorino Freire, sentido Areinha ao Anel Viário, quando, em frente ao Ceprama, prejudicado no que diz respeito aos seus reflexos, em razão do seu estado etílico voluntário e por excesso de velocidade, perdeu o controle do automóvel, invadindo a calçada e atingindo as vítimas que se encontravam no ponto de ônibus.

Em decorrência da colisão, Ivone Cristianeide, Ronilson Bruno Penha e Raimunda Joana Penha morreram no local do acidente como também ficaram feridos graves Raimunda de Fátima Santos, Leidiane da Silva Oliveira e Weidesson da Silva. A defesa do acusado afirmou que Rafael dos Anjos é portador Labirintite e que em razão das reações dessa doença perdeu os sentidos, causando o acidente.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte