Polícia | Armamento

Presidiário teria fornecido arma para explosão banco no Calhau

Criminosos suspeitos do assalto à agência do Calhau, em São Luís, teriam usado armas emprestadas pelo detento de Pedrinhas, Iuri Araújo dos Santos
06/04/2019

SÃO LUÍS - Policiais da Superintendente estadual de Investigações Criminais (Seic), que trabalham na investigação do assalto a agência do Banco do Brasil, no Calhau, a menos de dois quilômetros da sede do Comando-Geral da Polícia Militar, na madrugada do 23 de janeiro deste ano, acreditam que os quadrilheiros usaram armas fornecidas pelo presidiário e líder de uma facção criminosa, Iuri Araújo dos Santos, o JP ou Kauai, de 23 anos.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte