Vida | Alimentação saudável

Como manter a dieta ao longo do ano?

A professora do núcleo de pós-graduação em nutrição, Joyce Moraes, dá dicas para ter uma alimentação equilibrada o inteiro
03/02/2019 às 00h00
Como manter a dieta ao longo do ano? O segredo é não ser radical e fugir das “dietas da moda”: com plano alimentar (Divulgação)

Recife - Passadas as festas de final de ano e as tentações das férias, surgem as promessas de manter uma vida saudável, como praticar atividade física e ter uma alimentação balanceada. O difícil é conseguir manter o foco o calendário inteiro. Mas, segundo a coordenadora e professora do núcleo de pós-graduação em nutrição da Faculdade IDE, Joyce Moraes, adotando algumas estratégias é possível seguir o planejamento de ter uma dieta equilibrada a longo prazo.

“O primeiro passo para começar uma dieta é traçar metas e objetivos, determinar qual a sua vontade e em um papel escrever tudo aquilo que você deseja. Em seguida, procurar um profissional de nutrição para determinar qual a melhor forma de alimentação”, explica. A dieta e os tipos de alimentos mais ou menos indicados varia de acordo com cada um e o tratamento deve ser individualizado. Por exemplo, o chá verde é ótimo para emagrecer, já que é termogênico e acelera o metabolismo. Porém, se a pessoa está acima do peso por ansiedade, pode acabar atrapalhando, deixando-a agitada. Nesse caso, o de camomila, que acalma, seria um aliado melhor na dieta.

“De modo geral, o mais indicado para quem está começando uma dieta é beber bastante água e cortar os produtos industrializados, como os temperos prontos. Prefira temperar as comidas com ervas frescas, além de diminuir o consumo de açúcar e o sal. É ‘desembalar menos e descascar mais’”, instrui a nutricionista. Para quem trabalha e não consegue se alimentar em casa todos os dias, fica mais fácil cair nas tentações dos fast foods, frituras e comidas gordurosas. “Levando a comida de casa, a marmita, já ajuda bastante a comer melhor”, explica a professora de nutrição da Faculdade IDE.

Porém, é importante um plano um plano nutricional individualizado, passado por um nutricionista, pois vai oferece outras opções para comer dentro e fora de casa e direcionadas para cada perfil. Mas sente falta daquele docinho, da pizza, feijoada... Sim, permita-se! É o que os nutricionistas chamam de “Dia do Lixo”, reservando um dia na semana para comer sem pensar na dieta. Mas é preciso bom sendo e moderação. “Sábado, domingo e feriados também são dias de seguir o plano alimentar. Solicite ao seu nutricionista opções saudáveis, gostosas e de alta qualidade nutricional para esses momentos”, sugere a professora de nutrição Joyce Moraes.

Confira outras dicas para manter a dieta, segundo professora do núcleo de pós-graduação em nutrição da Faculdade IDE Joyce Moraes:

- Beber bastante água, de preferência gelada, pois acelera o metabolismo
- Evitar alimentos que você não sabe como foram preparados
- Evite alimentos industrializados, processados e fast foods
- Diminua o consumo de açúcar e sal
- O segredo é não ser radical e fugir das “dietas da moda”: com plano alimentar
- Individualizado, você terá metas possíveis, tendo noção que é a frequência que vai dá
- resultado e tentar seguir ao máximo.
- O resultado não vem a curto prazo: o problema de manter a dieta o ano todo é que a pessoa começa motivado e vai desmotivando. Então, é preciso entender que o fruto vem a longo prazo
- Para quem quer ver resultado o ano inteiro é preciso ter foco e a receita está em permanecer firme.
- Estipule metas, como se pesar uma vez no mês, se consultar mensalmente ou a cada dois meses com um nutricionista
- Mexa-se! Além de uma alimentação saudável, é importante praticar atividade física

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.