Polícia | Denúncia

Idosa é enganada na reforma de sua residência, em São Luís

Filha da aposentada Rita de Cássia Mendes, de 65 anos, alega que a mãe fez um empréstimo de R$ 30 mil e transferiu o dinheiro para conta do construtor
Daniel Júnior 05/12/2018

São Luís – A filha da aposentada Rita de Cássia Mendes, de 65 anos, Ana Paula Mendes Pinheiro acusa um empresário do ramo de construções de ter enganado a sua mãe. De acordo com Ana, a idosa fez um empréstimo no montante de R$ 30 mil e transferiu para a conta do empreendedor, que fez a promessa de reformar a residência da família, situada na Vila Mauro Fecury 2, em São Luís, porém até hoje os serviços não foram realizados.

Diante da falsa promessa, Ana Paula Mendes Pinheiro informou que registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia do Idoso e que em uma das audiências, a Justiça do Maranhão determinou que o tal empresário pagasse o valor de R$ 30 mil mais R$ 5 mil por danos morais, porém ele afirma que não pode pagar e recorreu da ação. “Ele é conhecido da família e nos prometeu que faria as obras da nossa casa, que está rachada e precisando de uma reforma. Pediu R$ 30 mil reais a minha mãe. Ele foi com ela fazer o empréstimo. O dinheiro foi todo transferido para a conta dele, mas os serviços não foram feitos. Estamos passando muitos problemas, por causa disso”, relatou Mendes.

A denunciante também informou que um pedreiro, contratado pelo empresário, chegou a derrubar paredes da casa e elas não têm mais para onde ir. “Saímos da casa no início dos serviços. Fomos para uma residência emprestada, mas a dona pediu o imóvel e tivemos que sair. A casa que estava rachada, agora está com as paredes ao chão e não temos onde morar. Fomos confiar nele, que falou que comprava os materiais mais em conta, por ser do ramo de construções”, finalizou Ana Paula Mendes Pinheiro.

SAIBA MAIS:

A Delegacia do Idoso fica situada na Rua Paparaubas, no bairro do São Francisco, em São Luís. O número de contato é 3221.3381.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.