Cidades | Ação Social

Movimentação segue intensa em ação alusiva ao Diabetes, realizada por O Estado

Campanha de conscientização teve início às 10h e segue até às 22h, no São Luís Shopping
Igor Linhares/ O Estado14/11/2018 às 13h00

SÃO LUÍS – Um dia dedicado à saúde. Promovida pelo jornal O Estado, a campanha alusiva ao Dia Mundial da Diabetes, com tema “Diabetes Azul: Educar para prevenir”, celebrado e realizado hoje, 13, oferece múltiplos serviços à população da capital, de forma gratuita, dos quais todos relacionados diretamente à síndrome do diabetes, que necessita de vários cuidados quando diagnosticada. A ação será realizada até as 22h, no São Luís Shopping, em um espaço devidamente equipado próximo à agência do Bradesco.

Entre pré consultas dermatológicas, exames oftalmológicos, como oftalmoscopia, popularmente conhecido como “fundo de olho” – específicos para pacientes diabéticos –, orientações periodontais (odontologia), aferição de pressão e exame de glicemia em jejum – primordial para diagnosticar a doença, a população poderá desfrutar ainda durante todo o dia de hoje. Além destes serviços, a campanha de conscientização também orienta a população sobre todos os pontos que envolvem a diabetes, desde a necessidade de aderir a hábitos saudáveis como, também, realizar um diagnóstico precoce para bom prognóstico.

Movimentação

Durante a manhã, a movimentação foi intensa e atraiu a presença de centenas de pessoas, sobretudo o público de mais idade. Quem visitou o local hoje mais cedo e não perdeu a oportunidade de realizar exames que, segundo ele, levariam mais tempo para ser realizado no serviço público de saúde, foi o aposentado Alberto Gomes. “Tive um ótimo atendimento e muito rápido. Consegui, por meio dessa ação, me livrar do medo de ter a diabetes. Acho inclusive que deveria ser realizada mais vezes e adotada por outras instituições”, afirmou e sugeriu o aposentado, que teve o resultado negativo para doença, por meio do exame de glicemia realizado.

A campanha ressalta, ainda, a importância dos cuidados voltados para o público masculino – devido ao Novembro Azul –, grupo que vem apresentando números crescentes quanto ao diagnóstico diabético. De acordo com dados da Pesquisa de Vigilância Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), o percentual de homens em São Luís que apresentaram diagnóstico médico de diabetes aumentou 17% em 11 anos. No Maranhão, a diabetes vitimou no mesmo período um total de 15 mil pessoas.

No intuito de promover e conscientizar a população sobre os riscos oferecidos pelo diabetes, a ação conta com a participação e apoio da Mãe Terra, SINCS: Cartão Assistencial e Conselho Regional de Medicina do Maranhão (CRM-MA).

O que é diabetes?

Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz.
Mas o que é insulina? É um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. O corpo precisa desse hormônio para utilizar a glicose, que obtemos por meio dos alimentos, como fonte de energia.

Quando a pessoa tem diabetes, no entanto, o organismo não fabrica insulina e não consegue utilizar a glicose adequadamente. O nível de glicose no sangue fica alto – a famosa hiperglicemia. Se esse quadro permanecer por longos períodos, poderá haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte