Polícia | Crime

Atleta maranhense é vítima de racismo durante partida de handebol

Caso ocorreu na cidade paulista de São Bernardo e Gilvana Mendes Nogueira registrou boletim de ocorrência; a CBHb também está apurando
06/11/2018

SÃO LUÍS- A atleta maranhense de Handebol, Gilvana Mendes Nogueira, registrou boletim de ocorrência na Delegacia da cidade paulista de São Bernardo devido ter sofrido crime de racismo. A Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) informou que atleta faz parte do time da Unip/São Bernardo e essas ofensas racistas teriam sido feitas por torcedores do time de Blumenau durante partida pelas oitavas de final da Liga Nacional de Handebol Feminina, ocorrida no último dia 27, em Santa Catarina.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.