Esporte | Série B

Busatto pede “bola na rede” e fim de jejum de vitórias no Sampaio

Goleiro lamentou chances desperdiçadas pela equipe nas últimas partidas, mas ressaltou o trabalho e o comprometimento do grupo
24/08/2018 às 16h38
 Busatto pede “bola na rede” e fim de jejum de vitórias no Sampaio Goleiro Gustavo Busatto em treino do Sampaio no estádio Castelão (Paulo Soares/O Estado)

SÃO LUÍS – Substituto do goleiro titular Andrey, Gustavo Busatto, que assumiu o gol do Sampaio nas últimas quatro partidas, mostrou todo o incômodo do atual elenco tricolor com a situação da equipe na Série B. O goleiro ressaltou o esforço dos atletas no trabalho do dia a dia, lamentou as chances de gols desperdiçadas e deu como receita muito trabalho e paciência para o time sair deste momento. A delegação do Sampaio está na cidade de Belém, no Pará, onde enfrenta o Paysandu, neste sábado (25), às 16h30, pela 22ª rodada da Série B.

O time do Sampaio faz na tarde desta sexta-feira (24) um treino no CT do Remo e nesta atividade o técnico Paulo Roberto vai definir a equipe titular que vai encarar o Paysandu. Titular absoluto nesta partida, Busatto falou sobre o atual momento do Sampaio.

“É uma situação que nos deixa bastante chateados. A torcida não merece passar por isso. Temos nos esforçado no dia a dia, nos jogos, e o resultado não está vindo. Não é pela falta de comprometimento. No último jogo finalizamos 26 vezes, tivemos mais posse de bola, mas futebol é bola na rede. Precisamos seguir trabalhando com seriedade e ter tranquilidade para concluir em gol as oportunidades que surgirem”, destacou o goleiro boliviano em entrevista ao site oficial do Sampaio.

Busatto falou também da necessidade do Sampaio vencer fora de casa nas próximas rodadas. “Agora precisamos reverter fora o que não fizemos em casa. Planejamos seis pontos no Castelão, não foi possível, e não queremos estender esse jejum de vitórias. A última atuação nos deixa com esperança para buscar os resultados positivos, nesse momento chave da competição, com os confrontos diretos que teremos pela frente. É encarar todo jogo como se fosse uma final”, frisou.

Dúvidas na equipe

O técnico Paulo Roberto ainda tem dúvidas na equipe que ele vai escalar para enfrentar o Paysandu. O treinador ainda não decidiu se promove o retorno de William Oliveira no meio de campo, ou se mantém Adilson Goiano. Ele também tem a chance de optar por escalar o meia Eloir, que teve sua situação regularizada e pode fazer sua estreia nesse sábado. Se Eloir for escalado, existe a possibilidade de Matheusinho ou Bruninho ser sacado.

No ataque, Paulo Roberto ainda não definiu sem segue com Alison Mira em seu comando de ataque, ou se aposta novamente no jovem Uilliam Barros. Sendo assim, a provável equipe do Sampaio será: Gustavo Busatto; Bruno Moura, Rogério, Maracás e Julinho; Adilson Goiano, Jocinei, Fernando Sobral, Matheusinho (Willian Oliveira/Eloir) e Bruninho; Alison Mira (Uillian Barros).

Com 18 pontos, o Sampaio é o 19º colocado na Série B e amarga na zona do rebaixamento. O Paysandu, com 25 pontos, é o primeiro time fora da degola.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte