Geral | Atendimento

Cartilha orienta médicos a agir em situações de emergência em voos

Conselho Federal de Medicina lançou ontem a cartilha Medicina aeroespacial: orientações gerais para médicos a bordo;a ajuda de passageiro médico a bordo pode ser solicitada em casos mais graves
13/03/2018

BRASÍLIA - Quando uma pessoa passa mal em um voo, a tripulação pergunta aos passageiros se existe algum médico a bordo. É obrigação ética do médico se apresentar para ajudar no atendimento do passageiro. Para dar essas orientações aos médicos, o Conselho Federal de Medicina (CFM) lançou ontem a cartilha Medicina aeroespacial: orientações gerais para médicos a bordo.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte