Política | Vereadores

Projeto Escola sem Partido leva manifestantes a Câmara de SL

Manifestantes a favor e contra a proposta do vereador Chico Carvalho se reuniram na galeria da Casa para protestar
Carla Lima/Subeditora de Política04/12/2017 às 10h35
Projeto Escola sem Partido leva manifestantes a Câmara de SLHonorato Fernandes recebeu manifestantes que são contra a proposta da Escola sem Partido (Divulgação)

O projeto de lei 113/2017, que prevê o programa Escola se Partido para ser implantado nas escolas de São Luís, continua gerando polêmica na Câmara Municipal de São Luís.

Na manhã desta segunda-feira, 4, manifestantes a favor e contra a proposta fizeram protesto na galeria na Casa. A maioria dos presentes na Casa é professores.

A manifestação chegou a atrapalhar a sessão na Câmara e somente chegou ao fim quando vereadores receberam os manifestantes. Honorato Fernandes (PT) recebeu os professores que são contra o projeto Escola sem partido.

O vereador Chico Carvalho, autor do projeto, recebeu os manifestantes a favor da proposta.

Não há previsão ainda para a votação da matéria. O projeto não entrou na pauta para votação. A ideia do presidente da Casa, Astro de Ogum (PR), sugeriu a Chico Carvalho para que o projeto fosse retirado de pauta. Carvalho se recusa a arquivar a proposta.

O projeto lei 113/2017 já recebeu parecer favorável da Comissão de Educação e da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Segundo o regimento interno, falta agora a proposta ser apreciada pelo plenário em primeiro e segundo turnos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte