Geral | No João Paulo

Em protesto, moradores da Rua da Vala bloqueiam Av. São Marçal

Os manifestantes reivindicam por melhorias estruturais na Rua da Vala; equipes da PM já estão no local para negociar a liberação da via
Adriano Soares / O ESTADO06/11/2017 às 07h36
Em protesto, moradores da Rua da Vala bloqueiam Av. São MarçalEquipes da Polícia Militar já estão no local para negociarem com os manifestantes a liberação da via. (Divulgação)

SÃO LUÍS – Moradores do Rua da Vala, interditam os dois sentidos da avenida São Marçal, no bairro João Paulo, desde às 6h, desta segunda-feira (6). O trânsito no local está totalmente bloqueado, no cruzamento com a Rua Projetada.

Com carro de som, faixas, apitos e objetos bloqueando a avenida, os manifestantes reivindicam por melhorias estruturais na Rua da Vala.

Equipes da Polícia Militar já estão no local para negociarem com os manifestantes a liberação da via.

Entenda o caso:

Conhecida como Rua da Vala, os moradores da localidade sofrem há muitos anos com os problemas causados pela galeria de esgoto a céu aberto. Pois, segundo eles, toda vez que chove a galeria transborda e a água chega a invadir as casas. Outro transtorno é o mau cheiro, aparecimento de insetos e doenças.

Trânsito parado

Os reflexos do protesto já podem ser vistos por vários pontos da cidade. Os ônibus do transporte coletivo da cidade, que passam pela avenida São Marçal, não conseguem seguir viagem. Sendo assim, os passageiros são forçados a descerem dos veículos e continuar a rota a pé.

O congestionamento já chega a altura do Viaduto do Café, no Outeiro da Cruz, no sentido Anil - João Paulo e na região do Apeadouro, no sentido Monte Castelo - Filipinho.

Os manifestantes afirmam estender o protesto até às 9h. Eles esperam a presença de representantes da Prefeitura de São Luís e da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) para um diálogo com os moradores.

Ainda de acordo com os manifestantes, o protesto desta segunda-feira (6) é apenas o primeiro de uma série de outros já programados para ocorrer.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte