Política | Vereadores de SL

Eleição da mesa diretora já agita bastidores da Câmara de São Luís

Proposta de volta da reeleição para membros da mesa diretora é vista como uma maneira do presidente da Casa, Astro de Ogum, tentar se manter no comando da Câmara
24/09/2017 às 07h10
Eleição da mesa diretora já agita bastidores da Câmara de São LuísAstro de Ogum e Osmar Filho são vistos como os principais adversários na próxima eleição da mesa diretora da Câmara de São Luís (Divulgação)

A eleição para mesa diretora da Câmara Municipal de São Luís já vem sendo discutida nos bastidores pelos vereadores. Movimentos como a proposta para a volta da reeleição na Casa demonstra que a disputa deverá ser acirrada. A previsão é de que os parlamentares façam o pleito ainda este ano, conforme ocorreu em anos anteriores ao período eleitoral.

O vereador Marquinhos Silva (DEM) apresentou uma proposta para emendar o regimento interno da Câmara para permitir que membros da mesa diretora da Casa possam disputar a reeleição, que tinha sido extinta em 2014, antes que o presidente Astro de Ogum (PR) fosse eleito pela primeira vez para comandar a Casa.

Essa proposta de Marquinhos – que jura não ser uma manobra para beneficiar aliados- movimentou os bastidores da Câmara devido a possibilidade de Astro de Ogum voltar a disputar o comando do legislativo.

Segundo apurou O Estado, o vereador Osmar Filho (PDT) seria o candidato a ser apoiado pela Prefeitura de São Luís para comandar a Casa em 2019 e 2020. O parlamentar já estaria chamando colegas para negociar apoios e também para desgastar os seus possíveis adversários no próximo pleito.

A atitude do pedetista irritou Ogum e seus aliados que passaram a se organizar para a eleição da mesa.

O presidente da Casa não confirma que vá voltar a disputar o comando da Câmara e nem que indicará um aliado para o pleito. No entanto, nos bastidores, o parlamentar do PR vem conversando com sua base aliada na Câmara (cerca de 22 vereadores) já trabalhando para adiantar o pleito e também para fechar apoios.

Sobre a indicação de Astro de Ogum de um aliado para a eleição da mesa, o apontado é o vereador Honorato Fernandes (PT), que atualmente é o primeiro secretário da Casa. O petista já negou, em plenário, que vá tentar ser presidente da Câmara.

Pelo que apurou O Estado, Honorato Fernandes, que preside o PT de São Luís, se prepara para a disputa eleitoral de 2018 tanto que o vereador já vem percorrendo municípios do interior do estado.

A eleição da mesa diretora da Câmara poderá ocorrer ainda este ano. Este é um costume que a Casa vem adotado em anos anteriores as eleições. Essa é uma forma de evitar que o pleito influencie nas negociações internas do legislativo.

Pelo período normal, a eleição da mesa diretora deve ocorrer somente no fim de 2018.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte