Cidades | DIA NACIONAL DA SAÚDE

Marcação de consultas pelo call center ainda tem entraves na capital

Moradores do município não conseguem agendar consultas médicas básicas por conta de sistema fora do ar
Jock Dean/O Estado05/08/2017
Marcação de consultas pelo call center ainda tem entraves na capital

foto[Centro Ambulatorial Holandeses|Fila de pacientes se forma em frente ao Centro Ambulatorial Holandeses para marcar consultas médicas

São Luís - A marcação de consultas e exames via telefone é uma forma de evitar filas e dar mais conforto à população, que pode agendar de casa o atendimento médico do qual precisa. Em São Luís, diversas unidades de saúde da rede pública oferecem essa possibilidade. Em algumas unidades o número de agendamentos mensais ultrapassa 5 mil marcações. Mas nem sempre o sistema funciona exatamente como deveria, o que irrita os pacientes e aumenta o tempo de espera pelo serviço.

Deste ano, o Call Center do Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres, na unidade de saúde Pam Diamante, unidade de saúde do Governo do Estado, funciona por meio do número central (98) 3222-4528. São 32 operadores divididos em dois turnos, de 7h às 19h, diariamente, para facilitar o acesso das população aos serviços públicos de saúde com qualidade, assistência especializada e humanizada.

Mas a aposentada Domingas Pereira Lobato, 63 anos, não anda satisfeita com o serviço. “A última vez em que liguei fiquei das 7h às 8h, tentando. A ligação caia ou ficava muito tempo em espera. No fim, não consegui marcar minha consulta porque não tinha mais vaga”, conta. O jeito foi pedir a um amigo que madrugasse na porta da unidade para que ela pudesse fazer uma consulta com nefrologista. “Ele veio para cá 4h30 para poder pegar uma senha. Eram 30 vagas e mesmo chegando este horário ele pegou a senha 29”, afirma.

Na sexta-feira, dia 4, ela foi ao Pam Diamante para a consulta de retorno, quase um mês depois desde a primeira consulta, que aconteceu dia 5 de julho. “Só os exames que não demoraram para eu fazer. Fiz todos no dia seguinte à consulta e quatro dias depois recebi tudo, mas tive que esperar até hoje para poder trazer os resultados para o médico por causa da falta de vaga”, disse. Agora, ela vai começar a tentativa de atendimento com cardiologista.

Mais de 5 mil atendimentos

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) comunicou que o quantitativo de agendamento médio mensal é de 5.398 no Pam Diamante e que o tempo médio entre a data do agendamento até a realização do atendimento é de, aproximadamente, 15 dias para as especialidades com maior demanda. Cardiologia, Reumatologia e Neurologia lideram a lista de procura de especialidades médicas. Já especialidades como Dermatologia e Proctologia o atendimento ocorre na mesma semana.

Ainda segundo a SES, atualmente, a Central Integrada de Regulação Ambulatorial (CIRAM) regula as unidades de saúde do Hospital Geral da Vila Luizão e do Centro de Especialidades do Pam Diamante, unidades estas que contam com o serviço de agendamento por meio do call center.

Outra unidade da rede pública de saúde em São Luís que permite o agendamento via telefone é o Hospital da Mulher, unidade da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), localizada no Anjo da Guarda. O hospital é único da rede municipal a ter o serviço, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. O Call Center do Hospital da Mulher é operacionalizado por meio do Sistema de Regulação do Ministério da Sáude (Sisreg). Agora, as consultas podem ser solicitadas diariamente e não apenas uma vez por mês da forma como era feito anteriormente à informatização do serviço de agendamento.

Marcação de consultas

Apesar da informatização do serviço, os problemas para marcação de consultas na unidade persistem. Na semana passada, foram distribuídas senhas para que a população não formasse fila e dormisse no local até a manhã do dia seguinte. O problema ocorreu na unidade da Central de Marcação de Consultas (Cemarc) do hospital, que estava fora do ar por problemas técnicos. A Semus informou que o problema aconteceu devido à queima de um equipamento, mas o sistema foi logo restabelecido e está funcionando normalmente.

A Semus destacou ainda que a Cemarc é exclusiva para atendimento para idosos, portadores de necessidades especiais e gestantes e procedimentos de alta complexidade. No caso da alta complexidade, o atendimento é feito pelos auditores, de segunda a sexta, a tarde. O atendimento na Cemarc é feito com a distribuição de senhas para os guichês. O interessado deve comparecer a uma unidade marcadora nos dias e horários estabelecidos por elas para a marcação de consulta.

Entretanto, a Semus admite que a oferta de serviços é inferior à demanda, por isso, em algumas unidades os pacientes acabam tendo que dormir nas filas ao longo da madrugada para conseguir atendimento. Entretanto, a Semus ressaltou que houve aumento na demanda recentemente provocado por pessoas que perderam plano de saúde e passaram a utilizar os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). Ainda conforme a Semus, em média, 20 dias após a marcação da consulta pelo Cemarc o atendimento é feito, embora os usuários possam ser atendidos em um tempo menor. Por fim, a Semus frisou que a Prefeitura de São Luís está realizando investimentos permanentes para ampliar a oferta de serviços à população.

Números

5.398 é o quantitativo de agendamento médio mensal no Pam Diamante, segundo a SES

5.254 é o quantitativo de agendamento médio mensal na unidade da Vila Luizão, de acordo com a SES

22.649 consultas são marcadas pela Cemarc mensalmente, segundo a Semus

123.785 exames e procedimentos são marcados pela Cemarc mensalmente, de acordo com a Semus

Mais

Agendamentos

Pam Diamante

O agendamento para consultas no Pam Diamante é feito pelo telefone (98) 3222-4528, das 7h às 19h, de segunda-feira à sexta-feira.

Hospital da Mulher

O agendamento de consultas nas especialidades ofertadas no Hospital da Mulher é feiro pelos telefones (98) 3228-4713 / 3228-4699 / 3228-4281 e funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 17h.

Unidades marcadoras de consultas e exames da rede pública municipal

Unidade Mista Bequimão

Unidade Mista Itaqui Bacanga

Centro de Saúde Salomão Fiquene

Centro de Saúde Laura Vasconcelos (Estiva)

Centro de Saúde Vila Maranhão

Centro de Saúde Quebra Pote

Centro de Saúde Tibiri

Centro de Saúde Vila Esperança

Centro de Saúde Vila Itamar

Unidade Mista Coroadinho

Unidade Mista São Bernardo

Centro de Saúde Clodomir Pinheiro Costa

Centro de Saúde Cohab Anil

Centro de Saúde São Cristovão

Centro de Saúde Nazaré Neiva

Centro de Saúde Santa Barbara

Centro de Saúde Amar

Centro de Saúde Fabiciana Moraes

Hospital da Mulher

Unidades marcadoras da rede conveniada

Hospital Aldenora Bello

Santa Casa

Apae

Maternidade Maria Do Amparo

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.