Esporte | Preparação

Rafael Suzuki se mantém em atividades com corridas de Kart

Representante maranhense participa do principal campeonato regional do país como preparação para a temporada da Stock Car
08/04/2017
Rafael Suzuki tem treinado em competições de kart

SÃO PAULO - O mês de abril começou intenso para Rafael Suzuki. Depois de disputar a etapa de abertura da temporada 2017 da Stock Car em Goiânia - onde conquistou um bom resultado -, o piloto que representa o Maranhão nas pistas seguiu acelerando, e neste sábado (08) corre a 3ª rodada da Copa São Paulo KGV de Kart, o principal campeonato regional do país.

Para Suzuki, o kart é a melhor forma de se manter em atividade, já que, conforme o regulamento, os pilotos não podem treinar com o carro da categoria nos intervalos entre as etapas, mas também é uma competição que o motiva muito. Neste ano, ele está disputando a Copa São Paulo, na qual todas as etapas acontecem no Kartódromo da Granja Viana, em Cotia (SP), e vai competir no Campeonato Brasileiro de Kart, em julho, no Kartódromo do Beto Carrero, em Penha (SC), em ambas na categoria Shifter, de kart com marchas e que pode ultrapassar os 120 km/h.

“O kart é a preparação mais completa que posso fazer, especialmente na categoria Shifter, sinto que realmente me ajuda na Stock Car. As reações são muito rápidas, e o kart é bastante potente, assim consigo treinar tanto os reflexos e a concentração numa situação de corridas, de disputa, quanto a parte física. Além disso, eu sempre me divirto muito, então estou satisfeito por conseguir conciliar as corridas de kart com meus compromissos na Stock”, comentou Rafael.

Rafael Suzuki em atividade pela Stock Car

Na Stock Car, o começo foi muito positivo para Suzuki. Em sua quarta temporada consecutiva na categoria e estreando pela equipe Cavaleiro Sports, o representante maranhense ficou próximo do top-10 nas duas corridas da rodada de Goiânia, no último domingo (2) - com o 13º na primeira prova e o 11º lugar na segunda -, e assim saiu da primeira etapa empatado na 11ª posição (com outros três pilotos) na classificação geral, a apenas dois pontos dos 10 melhores.

"Foi um bom começo, especialmente considerando que ainda estamos nos entrosando na equipe, e isso é animador, superou nossas expectativas. Dentro do carro estava muito quente, o desgaste foi grande, mas conseguimos fazer funcionar a estratégia que adotamos, e assim saímos com bons pontos de Goiânia, próximo do top-10 do campeonato e com sentimento de objetivo cumprido. Agora, vamos seguir trabalhando bastante na evolução, pois a próxima etapa acontece em 15 dias no Velopark”, completou o piloto de 29 anos.

Agora, pilotos e equipes da Stock Car voltam a se reunir em duas semanas para a 2ª etapa da temporada, entre 21 e 23 de abril, no circuito do Velopark, no Rio Grande do Sul.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte