Polícia | Violência

10 bancos assaltados e 42 explodidos este ano no estado

Dados do Sindicato dos Bancários referem-se ao Maranhão; ontem, a agência do Bradesco em Vargem Grande foi assaltada por quatro homens que portavam armas de grosso calibre; polícia está à procura da quadrilha
Ismael Araújo / Da equipe de O Estado18/11/2016
10 bancos assaltados e 42 explodidos este ano no estadoAgência do Bradesco, em Vargem Grande, que foi assaltada ontem por um bando (Divulgação)

Dez bancos já foram assaltados e 42 alvos de explosões este ano no Maranhão, segundo dados do Sindicato dos Bancários. A mais recente ocorrência de assalto ocorreu ontem e teve como alvo a agência do Bradesco da cidade de Vargem Grande. Teria sido a segunda vez neste ano que a agência bancária foi assaltada. Na primeira, em 6 de setembro, foram roubados R$ 80 mil.

O titular da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), delegado Thiago Bardal, informou que quatro homens chegaram à cidade no começo da tarde de ontem em um veículo Gol, de placas não identificadas, sem chamar muito atenção da polícia e dos moradores e se deslocaram até o Bradesco.

Na agência bancária, os criminosos, portando arma de fogo de grosso calibre, renderam primeiramente o vigilante e ainda roubaram o seu revólver. Em seguida, o bando conseguiu levar o dinheiro do banco. Bardal ainda informou que durante a fuga os criminosos tomaram de assalto uma motocicleta Honda Bros, que pertencia a um morador.

Policiais militares e civis estão realizando rondas na localidade com o objetivo de prender a quadrilha e há informações que teriam fugido em direção ao município de Chapadinha. Para Bardal, esse mesmo bando é suspeito de ter assaltado essa agência, no dia 6 de setembro deste ano, devido à semelhança do modus operandi. “Existe a possibilidade de essa mesma quadrilha ter assaltado duas vezes, durante este ano, esse banco, mas, estamos apurando o fato”, disse o delegado.

Ainda ontem, os integrantes do Departamento de Combate a Roubo a Instituições Financeiras (Dcrif), órgão ligado à Seic, estiveram no local do assalto onde recolheram imagens da câmera do circuito de segurança para ajudarem no trabalho de identificação dessa quadrilha e até mesmo a prisão. O valor levado pelos assaltantes não foi revelado pela polícia.

Prisão

No dia 9 de setembro, a polícia apresentou na sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), na Vila Palmeira, o casal envolvido no assalto ao Banco do Bradesco de Vargem Grande. Os criminosos foram identificados como Adão Irlan Gomes da Silva e Francilene de Abreu Nascimento.

Eles foram presos em Vargem Grande durante uma ação realizada pela Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim, com o apoio de policiais militares. De acordo com o delegado Samuel Morita, titular da regional de Itapecuru-Mirim, o casal confessou participação nessa empreitada criminosa pela qual recebeu R$ 4 mil.

O casal foi autuado pelos crimes de roubo e associação criminosa. Após a apresentação na sede SSP, Adão foi encaminhado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Itapecuru-Mirim, enquanto Francilene de Abreu ao presídio feminino em Pedrinhas.

Existe a possibilidade de essa mesma quadrilha ter assaltado duas vezes durante este ano esse banco [Bradesco], mas, estamos apurando o fato”Delegado Thiago Bardal – titular da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic)

Números

10 assaltos a bancos durante este ano no Maranhão

42 agências bancárias explodidas por criminosos no estado

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte