Cidades | Dia das Crianças

Dia de brincadeiras e diversão para as crianças

Feriado alusivo à Nossa Senhora Aparecida também homenageia as crianças, que se alegraram em diferentes festas espalhadas por bairros de São Luís
Thiago Bastos13/10/2016

A criançada aproveitou o dia dedicado a elas ontem e se divertiu sem parar em atividades recreativas por toda São Luís. As ações voltadas para os pequeninos ocorreram, em sua maioria, durante a manhã e mobilizaram diferentes comunidades da cidade.
No São Francisco – na Travessa Antônio Rêgo – o projeto “Faça uma criança sorrir”, realizado há 15 anos, promoveu na manhã e tarde de ontem, várias brincadeiras. Desde competições de travinha, passando por campeonatos de vôlei e shows com artistas circenses distraíram as crianças, num exemplo de cidadania. O organizador do evento, Wilker Luís de Abreu, disse que este ano a ajuda para a promoção das atividades foi menor que no ano passado. “Mesmo assim, a gente faz questão de sempre ajudar estas crianças, pois um dia já estive na condição delas, de querer um brinquedo e o pai ou a mãe não poder ajudar”, disse.
A festa foi realizada com o auxílio de patrocinadores e voluntários (que também são moradores do bairro São Francisco). Um dos “ajudantes” foi o mecânico Marco Aurélio Pereira, de 45 anos, que fechou a oficina por um único dia para participar do evento. “É uma forma de trazer alegria para estas crianças que, muitas vezes, não têm motivos para sorrir. E numa festa desta, a criança se solta, brinca, se diverte, como se não existisse o outro dia”, afirmou.
Uma das crianças mais animadas durante as brincadeiras promovidas pelo projeto “Faça uma criança sorrir” era William, de apenas 9 anos. Torcedor apenas da Seleção Brasileira, ele vestiu uma camisa canarinho – dada pelo pai dele e personalizada com o nome do ídolo Neymar Jr. – e participou da competição de travinha. O saldo esportivo não foi tão bom e o time dele perdeu logo o primeiro jogo. “ Eu gostei, quase fiz um gol mas não deu. Eu sempre gosto de vir e me divertir com meus amigos”, disse o jovem.
Além das competições, também foram distribuídos lanches e 1.300 brinquedos às crianças. “Para mim, não há maior prêmio no ano do que fazer este evento”, declarou Wilker Luís de Abreu.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte