Vida | dia do homem

Setores buscam atender os homens com novo perfil

No Dia do Homem, comemorado hoje, várias são as opções de compras e serviços para homenageá-los
15/07/2016

O comportamento, o estilo e o perfil dos homens em todo o mundo mudaram muito nas últimas décadas. Do tradicional machista e provedor da família a novos papéis como o pai que ajuda a mulher nas tarefas do lar, o homem que cultiva a vaidade alavancando o consumo de itens como roupas, joias e acessórios, ao profissional antenado e que busca informações de estilo complementares, tais como arte, cinema, viagens, vinhos e gastronomia.
E para atender a essa crescente demanda de homens exigentes e que consomem mais e de forma qualificada, o comércio se aprimora. Os homens atuais buscam valores como exclusividade, status, valor agregado e durabilidade nos itens que consomem, apontam pesquisas do varejo. E são exigentes também quanto à questão da qualidade do atendimento durante a sua experiência de compra.
O homem moderno, diferente daquele perfil do passado, também gosta de ser mimado, surpreendido e presenteado, comportamento que ajuda a aquecer o comércio em datas especiais como Dia dos Pais, Natal e o Dia Internacional do Homem, celebrado dia 15 de julho.
Vale ressaltar que o Dia Internacional do Homem foi criado em 1999 com o aval da Organização das Nações Unidas (ONU). Inicialmente, a data era voltada para a conscientização do público masculino sobre a necessidade de ter mais atenção e cuidados com a saúde preventiva. Mas, atento ao novo perfil masculino, o varejo logo se apoderou da data, e assim como o dedicado às mulheres em março, o Dia do Homem em julho é sempre sinônimo de presentes e celebrações para pais, maridos, namorados e amigos.
Em São Luís, alguns empreendimentos exploram a data com bons resultados. A rede de joalherias Rosa Rio alavanca a venda de joias e relógios masculinos, com itens diferenciados e exclusivos, cujo estoque é alinhado com as exigências desse novo perfil consumidor. "Nosso estoque de joias e relógios masculinos é sofisticado e moderno; pois os homens hoje buscam joias com design mais diferente, além de peças com materiais nobres como ouro e couro, borracha e prata, além de peças que são símbolo de status e não apenas de modismos, como canetas e relógios de grife, que são verdadeiros passaportes de estilo e sofisticação", explica a consultora da Rosa Rio Joalheiros Sheyenne Mendes.
Nas lojas do Grupo Potiguar, cujos produtos são 50% voltados para o público masculino, a atenção com o cliente se dá não apenas na venda, mas também no relacionamento e na oferta contínua de valor agregado. E não somente em uma data comemorativa, mas ao longo do ano, como explica o gerente de Marketing da Potiguar Adriano Pestana.
"Apostamos em uma estratégia de relacionamento que visa brindar o cliente não apenas com produto e preço, mas também com a oferta de informação e consultoria gratuita; a exemplo dos mini cursos que estamos promovendo neste mês de julho sobre diversos temas do universo da construção. Já tivemos eventos sobre pintura, pisos e impermeabilização, todos com uma excelente aceitação por parte dos clientes. Muitos estão usando inclusive esses eventos para se reciclar profissionalmente", revela Pestana.
Outro segmento que lucra sempre com o Dia do Homem é de entretenimento, em especial empreendimentos de gastronomia. No Mokai Lounge Bar, na Avenida dos Holandeses, a sexta-feira promete ser animada e com homens celebrando a data com amigos, namoradas e esposas. "Nosso menu atrai o público masculino pelos drinks exclusivos da casa, além das opções gastronômicas diversificadas, que vão dos petiscos de bar a opções mais leves como sushis, temakis e sashimis, e hamburgers gourmets que são a nova febre na cidade", explica a gerente Roberta Tavares. Além do ambiente de bar e restaurante, o Mokai possui um lounge bar com discotecagem ao vivo de badalados DJ´s, sempre de quinta a sábado. l

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte