Cidades | Risco

Chuva derruba parte da cobertura do Castelinho

Estrutura está pendurada e pode cair a qualquer momento; problema pode comprometer o jogo de basquete marcado para ocorrer no dia 13
07/04/2016

Parte da estrutura da cobertura do Ginásio Georgiana Pflueger (Castelinho), no Outeiro da Cruz, desabou por causa das fortes chuvas que caíram na noite de ter­ça-feira, dia 5. A estrutura metálica está pendurada por uma haste de metal e corre o risco de cair e causar um acidente. Apesar disso, na manhã de ontem o Sampaio Corrêa Basquete fazia um treino no local. A equipe enfrentará o América de Recife na quarta-feira, dia 13, e a partida seria disputada no Castelinho.
Por volta das 19h de terça-fei­ra, dia 5, começou a chover forte em São Luís. As chuvas vieram acompanhadas de raios, trovões, relâmpagos e ventos fortes. E foi justamente a ventania que comprometeu parte da estrutura externa do Ginásio Castelinho. As peças foram arrancadas pelo ven­to, mas não caíram. Ficaram presas a uma parte da estrutura metálica, que também se soltou.
A estrutura danificada ainda está pendurada ao restante do telhado, mas pode cair a qualquer momento, o que provoca a preocupação de quem trabalha no ginásio. “As telhas de metal estão penduradas na entrada. Aqui há um fluxo muito grande de pessoas. Se cair em cima de alguém, pode machucar e muito”, comentou Abidiel de Oliveira Machado.
A avaria do telhado preocupa, porque nos próximos dias o ginásio tem programadas disputas que devem atrair muitas pessoas, já que o Castelinho deve receber jogos da fase semifinal da Liga de Basquete Feminino (LBF Caixa). As semifinais serão disputadas em uma série de melhor de três jogos. No duelo entre Sampaio Corrêa Basquete e América de Recife, o time maranhense terá a vantagem de poder jogar duas vezes em São Luís, se necessário. A série será aberta no sábado, na capital pernambucana e, na semana que vem, os jogos ocorrerão no Ginásio Castelinho.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte