Bem estar

Exercícios ao ar livre tornam as pessoas 50% mais felizes

Corrida é um dos esportes praticados ao ar livre que mais atrai adeptos

O Estado On-line, com informações de assessoria

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h50
(corrida )

RIO DE JANEIRO - Praticar exercícios ao ar livre torna as pessoas 50% mais felizes do que as horas praticadas na academia. É o que aponta o último estudo realizado pela Universidade de Glasgow, na Escócia. E não é só isso: outra pesquisa, dessa vez dos Estados Unidos, mostrou que a prática ajuda a reforçar o hábito, pois quem escolhe ambientes externos declara uma maior intenção de repetir a atividade posteriormente.

A corrida, por exemplo, ainda é um dos esportes que mais conquista adeptos em todo o mundo. Apesar do cenário brasileiro econômico desfavorável, esse mercado foi um dos poucos que não foi afetado pela crise do país. No Brasil, ele gera uma receita anual de R$ 3 bilhões, com crescimento de 20% ao ano. Uma modalidade que vem crescendo e atraindo público é a trail run, mais conhecida como 'corrida de montanha'.

Para o professor de Educação Física, Adevan Pereira, essa prática proporciona ao atleta a interação com a natureza, unindo diversão, aventura, desafio e competitividade em um mesmo evento. "Como o percurso das competições geralmente acontece em trilhas e estradas não pavimentadas, as provas dessa modalidade exigem um melhor preparo físico e disposição. Os atletas não só têm que ser rápidos, mas precisam demonstrar uma capacidade de resistência maior”, afirma o profissional.

Pereira ressalta que os exercícios ao ar livre são excelentes alternativas para quem não gosta de se exercitar em um ambiente fechado, como a academia. “Além do prazer que o aluno encontra em se exercitar, ele desfruta de um tempo de grande contato com a natureza e consigo mesmo”.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.