Protesto

Centenas de índios ocupam prédio da Seduc para pressionar governo

Eles cobram promessas feitas pelo Governo do Estado desde o início deste ano e que ainda não teriam sido cumpridas

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h52
Índios pcupam prédio da Seduc
Índios pcupam prédio da Seduc

Cerca de 200 representantes de etnias indígenas do Maranhão ocuparam no início da tarde desta quinta-feira (10) a sede da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), localizada no bairro Monte Castelo, em São Luís. De acordo com as lideranças do movimento, ato teve como objetivo chamar a atenção do Governo do Maranhão sobre os problemas estruturais das unidades de ensino instaladas nas tribos, situadas nas cidades de Grajaú, Arame, Barra do Corda e adjacências.

Antes da ocupação, de acordo com os responsáveis pelo ato, os indígenas tentaram, sem sucesso, um acordo com representantes da Seduc – em reunião realizada na sede da pasta durante a manhã de ontem. Entre as reivindicações, os líderes do movimento questionavam o Governo sobre o não-pagamento das empresas que realizam os serviços de transporte escolar nas tribos.

"Vamos ficar aqui por tempo indeterminado, até que seja encontrada uma solução para o caso. Até o momento, não houve qualquer acordo com o Governo”, disse um dos líderes do movimento, Raimundo Guajajara.

Ainda de acordo com o representante indígena, desde o início do ano, o Governo do Estado não vem cumprindo com as obrigações legais. “ Além de problemas no transporte escolar, também estamos enfrentando problemas estruturais nas escolas. Graças a Deus, mesmo diante de tantos problemas, as aulas foram mantidas, porém é preciso melhorar o setor, até para que seja oferecido um ensino de qualidade”, frisou.

Ocupação do prédio ocorreu na tarde de hoje
Ocupação do prédio ocorreu na tarde de hoje

Em agosto deste ano, índios da cidade de Grajaú, a 580 quilômetros da capital maranhense, realizaram um protesto em frente ao Palácio dos Leões, sede administrativa estadual. Na ocasião, os indígenas reivindicavam mais investimentos para a educação indígena.

Procurada por O ESTADO, a assessoria de comunicação da Seduc informou que mantém diálogo constante com os indígenas. Às 19h de ontem, a pasta informou que tentaria uma reunião, ainda na noite de ontem, com os índios.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.