PRÊMIO

Produção reconhecida

A estudante Henriqueta Evangeline, 17 anos, conquistou o 10º Premio Construindo a Igualdade de Gênero, representando o Maranhão, com a redação “Um homem frágil”; maranhense já tem um livro de poesia publicado
Italo Stauffenberg / Da Equipe de O Estado18/10/2015

Amante da poesia e fiel seguidora da literatura de Carlos Drummond de Andrade e Cecília Meireles, a estudante maranhense Henriqueta Evangeline soube aproveitar bem o que tem de melhor no trabalho de grandes escritores nacionais para dar seus primeiros passos na arte da escrita. Com 17 anos, ela já tem um livro de poesias lançado (“Castelo da Poesia”) em caráter independente e relançado pela Paulinas Editora, além de, recentemente, ter conquistado o 10º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero por meio da redação “Um homem frágil”. Ela foi a única maranhense a receber o prêmio, que teve cerimônia de entrega para os vencedores no fim de setembro, em Brasília, com presença da atual ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte