Crônica

A manhã e a cobra verde

Ivan Sarney07/06/2015

Na manhã que amanhece verde, uma fina e ágil cobra verde se contorce sobre as folhas orvalhadas e de uma pequena árvore, realçada entre a vegetação que guarnece o mangue e margeia as pistas esportivas, na Lagoa da Jansen. Esse espetáculo, inusitado para nós, nos obriga a parar por um momento, para vê-lo, senti-lo e nos emocionar.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte