Comemoração

Trabalhadores suam a camisa, mas dançando, correndo se cuidando

Diversas atividades marcaram o Dia do Trabalho ontem em São Luís; no Sesi Club Araçagi, o Sesi, em parceria com a TV Mirante promoveram corrida e diversas ações voltadas para a saúde e lazer dos trabalhadores da indústria
02/05/2015

O Dia do Trabalho (1º de maio) foi comemorado com diversas atividades esportivas e culturais em mais uma edição da Festa do Trabalhador da Indústria, promovida pelo Serviço Social da Indústria (Sesi). Além da tradicional corrida do trabalhador, comerciários, industriários e suas famílias puderam participar também das atividades do projeto Ginástica nos Bairros, por meio de parceria do Sesi com a TV Mirante.

Apesar da oportunidade de ficar na cama até mais tarde no feriado, muitos trabalhadores acordaram cedo ontem para participar da Festa do Trabalhador. As comemorações começaram às 7h com a Corrida Sesi do Trabalhador, que contou com duas categorias gerais, industriário e comunidade geral, e outras categorias como Pessoa com Deficiência (PCD) e Idoso.

Foram realizadas provas de 5 km e 10 km, nas proximidades do Sesi Clube, no Araçagi, onde foi realizada a festa. Foram mais de 850 inscritos e quem participou ficou muito satisfeito, principalmente, os ganhadores. Como premiações, foram distribuídos troféus e prêmios em dinheiro de até R$ 1.200,00. Todos os atletas que completaram a Corrida Sesi do Trabalhador receberam medalha de participação.

Na categoria industriários, trabalhadores e trabalhadoras surpreenderam pela preparação para enfrentar as provas. Foi o caso de Hilton Alves, auxiliar de serviços gerais que levou o primeiro lugar. Foi a sexta vez que ele foi premiado. Para chegar a esse nível, ele administra bem trabalho e treinamento. “Corro todo dia. Trabalho até 17h e depois treino. Esse título é um combustível para o próximo ano”, disse.

A triatleta Shirley Orivane também foi uma das ganhadoras. Engenheira eletricista, ela trabalha na Vale e correu pela primeira vez na categoria industriário. “Foi ótimo participar da corrida. Além da atividade física, estava representando também a empresa. Isso é importante porque também incentiva o pessoal que não pratica nenhuma atividade a começar a se exercitar”, afirmou.

Outro ganhador foi o atleta Valdir Simão de Sousa. Foi a segunda vez que ele participou e foi premiado na categoria PCD. Além do trabalho, ele comemorou a inclusão social promovida na Festa do Trabalhador. “Hoje é um dia especial para todos. Uma corrida como essa é importante porque as pessoas falam muito em inclusão, mas poucos fazem algo. A inclusão está concretizada aqui”, destacou.

Parceria – Como parte das atividades recreativas da programação do Dia do Trabalho, a TV Mirante levou para a festa as principais atividades do projeto Ginástica nos Bairros. As apresentações de capoeira e fisiculturismo e uma aula de zumba animaram o público. Assim como nos bairros por onde o projeto já passou, as atividades fizeram sucesso.

De acordo com Iana Carvalho, coordenadora de responsabilidade social do Grupo Mirante, a ideia foi promover, por meio da parceria com o Sesi, um dia com muitas ações para que os trabalhadores aproveitassem seu dia de uma forma diferente.

“O Sesi nos convidou a fazer essa parceria mais uma vez e viemos contribuir com o evento. O Sesi fez uma corrida diferente, não virou só a corrida tradicional de todos os anos. É um evento durante todo o dia de vida saudável. Tivemos aula de zumba, ginástica, capoeira, fisiculturismo, tudo isso agregado ao dia do trabalhador para que eles pudessem passar um dia de lazer e está sendo um sucesso”, disse.

Benefícios – Além dessas atividades, a comunidade e os trabalhadores da indústria participaram de competições de natação, tênis de mesa, badminton, futebol e voleibol, além de partidas de dama e xadrez. Além das competições esportivas, atividades de lazer e qualidade de vida, como massagem e limpeza de pele, também farão parte da programação.

Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez, momentos de confraternização como esses são importantes para fortalecer as relações entre trabalhadores e patrões, principalmente, porque também integram as famílias. Além disso, o evento tem um impacto positivo sobre a produtividade dos trabalhadores.

“Nós prestamos uma série de serviço à empresa para que o próprio trabalhador venha melhorar a sua qualidade de vida, sua produtividade, seus conhecimentos. No final, todo mundo ganha, a empresa, o trabalhador e o Estado, pois a competitividade das empresas fica melhor”, ressaltou Baldez.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte