Investigação

Presa mulher que é suspeita de se passar por ex e confessa que planejou a morte do namorado no Maranhão

Caso aconteceu em Vitória do Mearim.

Imirante.com, com informações do g1

- Atualizada em 05/09/2023 às 10h10
De acordo com a Polícia Civil, a vítima se chamava Marcílio Nolasco. Ele foi morto com um tiro no peito em frente a própria casa.
De acordo com a Polícia Civil, a vítima se chamava Marcílio Nolasco. Ele foi morto com um tiro no peito em frente a própria casa. (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

VITÓRIA DO MEARIM - Uma mulher que é suspeita de se passar por outra pessoa para simular o planejamento de um homicídio contra um homem em Vitória do Mearim, na região da Baixada Maranhense, foi presa Polícia Civil do Maranhão (PC-MA).

De acordo com a Polícia Civil, a vítima se chamava Marcílio Nolasco. Ele foi morto com um tiro no peito em frente a própria casa. No local, a polícia encontrou o corpo sem roupas, na madrugada do dia 15 de agosto.

Ainda segundo a polícia, Marcilio estava em relacionamento com a uma mulher, de iniciais M.J.M, desde o final do ano 2022, quando a conheceu por meio de um aplicativo. Durante o período, a mulher engravidou e estava com quatro meses de gestação.

Porém, ultimamente, segundo as investigações, a vítima passou a receber ameaças de morte por uma mulher chamada Marcelina de Sousa, sua ex-namorada com quem conviveu por oito anos. O próprio Marcílio registrou as ameaças na delegacia, pois temia pela vida dele e da atual namorada.

Todas as ameaças foram feitas por mensagens em três contas no WhatsApp, no qual havia a foto de Marcelina no perfil.

Contudo, no decorrer das investigações a Polícia Civil afirma que era a atual namorada quem estava por trás das mensagens com ameaças de morte. O motivo era criar uma narrativa para que Marcelina acabasse responsabilizada pelo homicídio de Marcílio, que já estava sendo planejado.

De fato, na madrugada do dia 15 de agosto, Marcílio estava sozinho em casa quando foi surpreendido e morto por um homem, na companhia de outra mulher. No local, foram deixados os Boletins de Ocorrência registrados pela vítima contra a ex, Marcelina.

Porém, a polícia descobriu o esquema e prendeu, na última quinta-feira (24), tanto o suposto assassino, quanto a atual namorada, M.J.M, que acabou confessando que estava junto com o autor do disparo no dia do crime e que planejou o assassinato contra Marcílio.

De acordo com a polícia, a suspeita será investigada pelos crimes de homicídio, denunciação caluniosa, falsa identidade, ameaça, associação criminosa e tentativa de estelionato, já que o crime teria sido motivado por que M.J.M desejava ficar com o dinheiro de Marcílio.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.