GESTÃO

Brandão busca parceria internacional para fortalecer Porto do Itaqui

Viagem oficial visa estreitar relações e reduzir custos de transporte de cargas

Ipolítica

O governador ao lado do presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), Gilberto Lins.
O governador ao lado do presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), Gilberto Lins. (REprodução)

PANAMÁ - O governador do Maranhão, Carlos Brandão, e o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), Gilberto Lins, estão em viagem ao Panamá. O objetivo é conhecer o porto do país, um dos mais importantes do mundo, para estabelecer parcerias que beneficiem o Porto do Itaqui, facilitando o transporte de cargas entre o Maranhão e o Canal do Panamá.

As negociações buscam reduzir custos de transporte devido à proximidade com o Caribe, potencializando o escoamento eficiente de mercadorias do Maranhão. O Porto do Itaqui é o maior porto público do Arco Norte e do Norte-Nordeste, e o quarto maior do Brasil em movimentação de cargas, favorecendo a logística pela sua localização estratégica.

IMPORTÂNCIA DO ITAQUI

Em 2023, o Porto do Itaqui movimentou mais de 36 milhões de toneladas de cargas, um recorde em sua história, destacando sua importância para o agronegócio brasileiro e a economia local e nacional. Até maio de 2024, já foram movimentadas 6 milhões de toneladas, incluindo granéis líquidos, sólidos e cargas gerais. Empresas como Tegram, Suzano, Santos Brasil, COPI, Transpetro e Vale são usuárias das instalações portuárias.

Com nove berços de atracação, o Porto do Itaqui pode receber várias embarcações de grande porte simultaneamente, reduzindo o tempo de espera e custos operacionais. Em 2023, os berços 100 e 103 operaram mais de 15 milhões de toneladas de soja e milho, sendo reconhecidos como os mais produtivos do Brasil. O porto está integrado a uma rede de transporte multimodal, incluindo ferrovias (Norte-Sul, Transnordestina e Carajás) e rodovias, facilitando o escoamento de cargas.

O Canal do Panamá, inaugurado em 1914, liga os oceanos Atlântico e Pacífico, suportando mais de 140 rotas comerciais e interligando aproximadamente 80 países. Com 77 quilômetros de extensão, movimenta cerca de US$ 270 bilhões em mercadorias por ano, recebendo cerca de 15 mil navios que representam 4% do comércio mundial.

A colaboração entre o Porto do Itaqui e o Canal do Panamá é reforçada por parcerias com entidades brasileiras, como a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) e o Porto de Suape. Essas parcerias visam fomentar atividades comerciais conjuntas, intercâmbio de informações, estudos de mercado e modernização, fortalecendo a relevância do Canal do Panamá no comércio global.

AGENDA OFICIAL

A agenda oficial do governador e do presidente da Emap inclui visita ao Canal do Panamá, reunião com a assessoria de Assuntos do Canal, recepção na Embaixada do Brasil no Panamá com o embaixador Carlos Henrique de Abreu, e encontro com o ministro de Assuntos do Canal, José Ramón Icaza.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.