Solidariedade

Vem aí a V campanha de doação de sangue do Grupo Mercúrio

Empresas do Grupo e sociedade são convocados a ajudar o Hemomar a ampliar estoque de sangue e salvar vidas.

Publipost / HSLZ

- Atualizada em 17/01/2023 às 17h24
O Coord. da V Campanha de Doação de Sangue do Grupo Mercúrio Plínio Tuzzolo iniciou o planejamento da ação junto com lideranças do HSE/HSLZ. (Foto: Divulgação)
O Coord. da V Campanha de Doação de Sangue do Grupo Mercúrio Plínio Tuzzolo iniciou o planejamento da ação junto com lideranças do HSE/HSLZ. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - O Grupo Mercúrio, holding de empresas da área da saúde, acaba de anunciar a retomada de uma ação de responsabilidade social que já teve quatro edições e que foi interrompida devido a pandemia da Covid-19. Trata-se da V Campanha de Doação de Sangue do Grupo Mercúrio, ação que não poderia ser mais oportuna frente às atuais dificuldades de estoque de bolsas de sangue do Hemomar, que chegou ao seu limite mínimo.

No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, apenas 1,8% da população doa sangue com regularidade. Essa campanha visa também incentivar a mudança de comportamento, para que mais maranhenses possam passar a ser doadores regulares de sangue, repetindo a doação a cada três meses, independente de campanhas:

“Essa campanha de doação de sangue já é uma marca registrada do Grupo Mercúrio e mostra o compromisso das organizações do empresário Paulo Braid no que se refere à missão de salvar vidas e tambén na conscientização coletiva sobre a importância da doação de sangue. A ação vai abranger todos os colaboradores das nossas empresas, passando por seus familiares, nossos clientes, parceiros e a sociedade em geral. Nossa meta será ainda maior nessa quinta edição e vamos mobilizar ao máximo as cidades de São Luís e Imperatriz para ajudar a ampliar os estoques de sangue do Hemomar” revelou o coordenador geral da campanha Plínio Tuzzolo, Dir. Geral do HSE/HSLZ/CADH/Policlínica do Servidor Estadual de Imperatriz.

A ação terá como meta arrecadar um total de 1.500 bolsas de sangue em 60 dias úteis; 500 a mais do que na última edição. O pontapé inicial já foi dado, com uma reunião de planejamento que aconteceu no Hospital do Servidor Estadual /HSE, envolvendo lideranças do HSE que conta com gestão do Grupo Mercúrio / HSLZ.

A Dir. de Enfermagem do HSE/HSLZ Beatriz Rosa ressaltou que a demanda por bolsas de sangue vai muito além de pacientes de cirurgias e emergências, há também muitas pessoas que necessitam de transfusões de sangue de forma contínua para sobreviver. Ela lembrou que desde o período da pandemia da Covid-19, as pessoas que costumavam doar sangue regularmente deram uma recuada, e com isso, os estoques do Hemomar ficaram em estado crítico.

Grupo de lideres e colaboradores das empresas do Grupo Mercúrio, a exemplo do Hospital dos Servidores HSE/HSLZ vão cair em campo com a meta de arrecadar 1.500 bolsas de sangue para serem doadas ao Hemomar.(Foto: Divulgação)
Grupo de lideres e colaboradores das empresas do Grupo Mercúrio, a exemplo do Hospital dos Servidores HSE/HSLZ vão cair em campo com a meta de arrecadar 1.500 bolsas de sangue para serem doadas ao Hemomar.(Foto: Divulgação)

Irão participar de forma direta e mais engajada dessa campanha as empresas que integram o Grupo Mercúrio: HSLZ; Laboratório Lacmar, Natus Lumine Maternidade e Hospital, Policlínica do Servidor Estadual de Imperatriz; CADH – Centro Ambulatorial Diagnóstico Holandeses e Clínica Dignus. Essas empresas serão responsáveis pela multiplicação da campanha entre seus públicos internos, externos e a sociedade em geral.

O Grupo Mercúrio vai arcar com todos os custos materiais e de divulgação da ação que será lançada em breve:

“Nesse mês de janeiro estaremos fechando o planejamento da campanha. Estamos avaliando qual será a melhor data para o lançamento da ação, que deve acontecer o quanto antes, visto que quem precisa de sangue não pode esperar. Estamos correndo contra o tempo para ajudar a salvar vidas” explicou Plínio Tuzzolo.

Vale lembrar que uma bolsa de sangue doada, o que equivale a aproximadamente 450ml, ajuda a salvar em média a vida de quatro pessoas. O sangue é essencial para tratamentos e intervenções urgentes, além de casos de pacientes crônicos com anemias profundas e hemofilia entre outros casos que fazem uso constante de sangue.

O sangue doado não é usado apenas para cirurgias. Há diferentes componentes do sangue e cada um é usado para determinados fins: Hemacias; Palquetas; Plasma e Farores de Coagulação Crioprecipitado (CRIO).

As hemacias são destinadas a casos de traumas, cirurgias, anemias e doenças sanguineas crônicas (como anemia falciforme e talasemia). As plaquetas são usadas em tratamentos oncológicos, transplantes de órgãos, procedimentos cirúrgicos, tratamento de dengue hemorrágica entre outros casos. Já o plasma é indicado para casos de distúrbios de coagulação, intoxicação por anticoagulamntes e traumas. E os fatores de coagulação crioprecipitados são usados em casos de hemofilia A e B, distúrbios hereditários ou adquiridos da coagulação (doença de Von Willebrand por exemplo) entre outros.

Podem doar sangue pessoas que estejam pesando mais de 50Kg, estejam em boas condições de saúde, com idade de 16 a 69, sendo que os menores precisam de autorização dos pais. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.