Bovinos e bubalinos

Campanha de vacinação contra febre aftosa é prorrogada até dia 17 no Maranhão

Após a imunização de bovinos e bubalinos com idade de 0 a 2 anos, os produtores devem comprovar a vacina.

Imirante, com informações do governo do Maranhão

- Atualizada em 30/11/2022 às 06h47
Portaria também estabelece novo prazo para comprovação da vacinação nos escritórios da Aged.
Portaria também estabelece novo prazo para comprovação da vacinação nos escritórios da Aged. (Divulgação)

SÃO LUÍS - A campanha de vacinação contra febre aftosa em bovinos e bubalinos com idade de 0 a 2 anos foi prorrogada até o dia 17 de dezembro, no Maranhão. 

A decisão do Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que tem como principal objetivo evitar transtornos aos produtores/criadores e alcançar a meta vacinal, atende o pedido das Superintendências Federais da Agricultura nos Estados (SFAs) e das Comissões de Coordenação dos Grupos Gestores nos Estados. 

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) expediu a Portaria nº 1199, de 29 de novembro de 2022, prorrogando a vacinação. 

A portaria também estabelece novo prazo para comprovação da vacinação nos escritórios da Aged, prorrogando a data até o dia 30 de dezembro. Após a imunização, os produtores devem comprovar a vacina nos escritórios da Aged, onde possuem a propriedade cadastrada. Os produtores devem aproveitar para comprovar também a vacinação contra a raiva.  

A Agência também informa que mesmo os produtores que não tenham animais de 0 a 2 anos, alvos da vacinação desta etapa de campanha, devem comparecer aos escritórios para fazer a atualização cadastral e apresentar a geolocalização da propriedade.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.