Corrupção ativa

Homem é preso após após tentar subornar os policiais com R$ 4 mil

Wenerson Santos Martins, de 32 anos, foi preso após desobedecer ordem de parada da PM na região do bairro do Jaracati, em São Luís.

Imirante.com

Primeiro ele ofereceu R$ 1 mil, depois R$ 1.500, seguido de R$ 2 mil e, por fim, R$ 4 mil, para que não fosse levado ao Plantão Central das Cajazeiras.
Primeiro ele ofereceu R$ 1 mil, depois R$ 1.500, seguido de R$ 2 mil e, por fim, R$ 4 mil, para que não fosse levado ao Plantão Central das Cajazeiras. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS - Um homem identificado como Wenerson Santos Martins, de 32 anos, foi preso nesta quinta-feira (24) após desobedecer uma ordem de parada da Polícia Militar na região do bairro do Jaracati, em São Luís. O homem tentou oferecer um suborno de R$ 4 mil para não ser preso, mas foi conduzido pelos policiais para a delegacia.

De acordo com a PM, os policiais encontraram um carro suspeito em uma área do Parque Pindorama, todo apagado com os vidros fumê fechados. A ordem de parada do veículo foi dada, mas o motorista não obedeceu e tentou fugir seguindo uma rota que passou pelas avenidas dos Africanos, Vitorino Freire, passando pela ponte Bandeira Tribuzzi e estacionando somente próximo à Casa da Mulher Brasileira.

Após fazer uma busca pessoal em Wenerson e no veículo, a polícia encontrou R$ 287 e 5 trouxinhas de maconha, que o homem afirmou ser para consumo próprio. Ele tentou subornar os policiais chegando a oferecer R$ 4 mil, para que não fosse levado ao Plantão Central das Cajazeiras.

Diante dos fatos, o suspeito foi preso por desobediência, por não ter obedecido a ordem de parada da PM,  e corrupção ativa, por tentar subornar os policiais. Ainda nesta quinta-feira, a Justiça do Maranhão converteu e prisão em flagrante em prisão preventiva.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.