Resgate

Criança é resgatada por populares após ser deixada trancada dentro de um veículo no Centro de São Luís

O caso aconteceu na manhã deste sábado (12).

Imirante.com, com informações da Polícia Militar

Um flanelinha que estava passando próximo ao veículo ouviu o choro da criança e foi procurar ajuda.
Um flanelinha que estava passando próximo ao veículo ouviu o choro da criança e foi procurar ajuda. (reprodução)

SÃO LUÍS - Uma criança foi resgatada de dentro de um veículo, na manhã deste sábado (12), onde havia sido deixada trancada por um homem que seria seu pai. O caso aconteceu por volta das 11h20 e o veículo estava estacionado na rua do Sol, no Centro de São Luís.

De acordo com as primeiras informações, um flanelinha que estava passando próximo ao veículo ouviu o choro da criança e foi procurar ajuda. Ao entrar em um estabelecimento, o flanelinha informou que havia uma criança presa em um carro e retornou até o local onde o veículo estava, acompanhado por mais algumas pessoas que estavam no local em que ele foi pedir ajuda.

Entre elas, o contador Jawilson Ribeiro, que relatou ao imirante.com como a criança foi resgatada. “O flanelinha chegou falando que tinha uma criança dentro do carro branco, presa e chorando muito. Fomos onde o carro estava estacionado o carro e eu pedi para o flanelinha quebrar o vidro. Depois de uns minutos quebramos e retiramos a criança  do carro e levamos para uma loja ao lado”, disse o contador. 

Segundo o relato da testemunha, a polícia chegou até o local, e o responsável pela criança chegou após cerca de 25 minutos. O homem teria informado que estava em um processo de separação com a esposa, e começou a chorar após o ocorrido.

Procurada pelo imirante.com, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (CIOPS) informou que a ocorrência foi resolvida ainda no local.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.