Eleições 2022

Flávio Dino diz acreditar que resultado das urnas será respeitado

Candidato do PSB ao Senado votou no Olho d'Água, acompanhado de aliados.

Gilberto Léda/ipolítica

Flávio Dino parou para tirar fotos com eleitores
Flávio Dino parou para tirar fotos com eleitores (Gilberto Léda/Grupo Mirante)

SÃO LUÍS - O ex-governador Flávio Dino (PSB), candidato a senador, falou na manhã desta domingo (2), ao votar no colégio Clarindo Santiago, no Olho d’Água, sobre sua expectativa para o resultado das eleições.

O socialista, que estava acompanhado de aliados, disse que espera uma vitória dos seus candidatos ao governo e à Presidência da República, e que confia na sua eleição para o Senado.

”Estou muito feliz, por que a democracia brasileira se fortalece. Eu sou da geração que fez a campanha das 'Diretas' em 1984, por isso valorizo muito a soberania popular plena. Temos hoje todas as garantias de que o resultado eleitoral será respeitado, isso é muito importante, uma ampla participação popular em todo país, inclusive de brasileiros e brasileiras que moram no exterior. Portanto a expectativa quanto à confirmação da prática democrática é a melhor possível e, claro, muita, muita confiança na nossa vitória tanto para o Senado, quanto para o governo, quanto à Presidência da República, de modo que o dia muito, muito feliz, estou muito grato a Deus e a todo o povo do Maranhão”, declarou.

Segundo ele, a realização das eleições e a certeza de que o resultado das urnas será respeitado é a confirmação de que funcionou o que chamou de "grande mutirão patriótico” em favor da democracia nos últimos anos.

"Mais uma vez a Justiça Eleitoral mostrando seus méritos. Temos um ou outro episódio de sectarismo, de agressões muito, isolados ainda bem, graças a Deus, porque nós queremos paz no Brasil, nós queremos que todos possam expor seu ponto de vista, e que aquilo que a lei manda aconteça. Então, o que há até agora de anomalia é muito pouco perto da grandiosidade desse dia. Então, como brasileiro, como político do nosso país, eu creio que momentos de muita dificuldade foram ultrapassados. Eu mesmo cheguei a temer por esse dia, cheguei a fazer alertas seguidos quanto ao risco de não haver eleições, ou o resultado ser desrespeitado por quem provavelmente perderá e isso, acho que em razão de um grande mutirão patriótico, cívico, mutirão que envolve os políticos, a Justiça Eleitoral, a sociedade civil, o empresariado, autoridades brasileiras e estrangeiras, garantiu que o povo brasileiro possa, hoje, realizar esse grande dia, um dia realmente de glória para a nossa pátria”, completou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.