Benefício

Maranhão é o 4º Estado do Nordeste com mais beneficiários inscritos em setembro no Auxílio Brasil

Número total de contemplados no estado chega a mais de 1,2 milhão, com mais de R$ 719 milhões transferidos em setembro.

Imirante.com, com informações do Governo Federal

O início dos pagamentos começou nesta segunda-feira (19), para os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 1.
O início dos pagamentos começou nesta segunda-feira (19), para os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 1. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Com a inclusão de 15.037 novas famílias no Auxílio Brasil, o Maranhão chega, neste mês a mais de 1,2 milhão de beneficiários do programa, firmando-se como o quarto estado da Região Nordeste com o maior número de contemplados.

Os recursos a serem transferidos para o estado neste mês saltaram de R$ 700 milhões em agosto para R$ 719 milhões e o benefício chegará a todos os 217 municípios maranhenses, com um valor médio de R$ 611,75.

Em todo Nordeste, região com maior número de beneficiários, 157.560 famílias ingressaram no Auxílio Brasil desde o mês passado. No total, o número de atendidos saltou de 9,4 milhões para 9,5 milhões de famílias nos nove estados nordestinos.

Em setembro, o Auxílio Brasil alcançou o recorde de brasileiros atendidos pelo programa. O total de beneficiários passou de 20,2 milhões famílias no mês passado para mais de 20,6 milhões neste mês, com os recursos transferidos tendo saído de R$ 12,1 bilhões em agosto para R$ 12,4 bilhões em setembro, um novo recorde do Auxílio Brasil para um único mês.

Setembro também é o segundo mês do novo valor do Auxílio Brasil, cujo benefício passou, em agosto, a ser de no mínimo R$ 600. Neste mês, o valor médio a ser pago em todo país é de R$ 607,52. Desde que começou a ser pago, em novembro de 2021, o Auxílio Brasil já transferiu mais de R$ 72,7 bilhões, recursos que chegam a todos os 5.570 municípios do país. Desde o início do programa, mais de 7,5 milhões de famílias já foram incluídas no Auxílio Brasil.

O início dos pagamentos começou nesta segunda-feira (19), para os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 1. O cronograma escalonado de repasses segue de acordo com o calendário oficial, com os beneficiários com NIS de final 2 recebendo o pagamento no dia 20 (terça-feira) e assim sucessivamente, até o dia 30 de setembro, quando ocorre o último pagamento de setembro, para os beneficiários com NIS de final 0.

Quem tem direito?

O Auxílio Brasil é voltado a famílias em situação de extrema pobreza, situação de pobreza; e também a famílias em regra de emancipação. Em situação de extrema pobreza estão as famílias que possuem renda familiar mensal per capita de até R$ 105. Já aquelas em situação de pobreza têm renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210.

Como ter acesso ao benefício?

As famílias que preencherem os requisitos para ter acesso ao Auxílio Brasil devem estar inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). A inscrição pode ser feita neste endereço eletrônico, disponível aqui.

Depois de ser incluído no Cadastro Único, o interessado precisa confirmar os dados em uma entrevista presencial que será realizada em um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) das prefeituras.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.